Franquia: entenda o modelo de negócios mais seguro para se investir

Por
em
Imagem de uma mão colocando uma moeda em um cofre em formato de porto e da cor azul. Imagem ilustrativa texto modelo de negócios.
Advertisement

Você tem vontade de investir em um empreendimento, mas não sabe qual o melhor modelo de negócios? Uma das opções que você deve levar em consideração são as franquias.

O franchising brasileiro é atrativo, com diversos segmentos para investir e um bom retorno financeiro. Só em 2020, o setor de franquias faturou mais de R$ 167 bilhões.

Porém, nem todo mundo sabe com funciona este modelo de negócios. Sendo assim, conheça um pouco mais sobre este formato no decorrer do texto.

O que é uma franquia?

O modelo de franquia é um formato de negócio que consiste em uma autorização concedida por uma franqueadora para que o empreendedor use sua marca e seu know-how.

Nesse sentido, o negócio vem preestabelecido para o empreendedor, com uma estrutura pronta e uma operação delineada.

Cada unidade da franquia é igual a outra, oferecendo os mesmos produtos ou serviços, com o mesmo formato e tipo de atendimento.

O franqueador concede ao franqueado o direito de uso de todo o modo de fazer da marca em troca do pagamento de taxas, como a taxa de franquia e de royalties.

Dessa forma, o empreendedor recebe as instruções para montar um negócio igual ao da empresa “mãe”. É como uma réplica da empresa que iniciou a marca.

Exemplos clássicos para entender este modelo de negócio são o McDonald’s e o Burguer King. Independente do local onde você estiver, estas empresas são praticamente iguais.

Ou seja, oferecem os mesmo produtos, projetos arquitetônicos semelhantes, entre outros detalhes.

Enfim, é um modelo de negócios que pula algumas etapas para o empreendedor que começa do zero. E ainda é bem rentável, como mostraremos a seguir.

Números do modelo de negócios no franchising brasileiro

Vemos uma tela cheia de números como ações da bolsa (imagem ilustrativa). Texto: modelo de negócios.
Os números do franchising brasileiro são atrativos, mesmo com a queda da Economia.

Conforme falamos, o mercado de franchising brasileiro é atrativo e teve um faturamento de R$ 167 bilhões em 2020.

A Associação Brasileira de Franchising (ABF) divide o mercado de franquias em 11 segmentos, como Alimentação, Serviços, Moda, entre outros.

Com a pandemia, diversos destes setores tiverem queda no faturamento entre 2020 e 2021. Contudo, alguns deles tiveram grande aumento.

Por exemplo, as franquias no setor de Casa e Construção, elevando em 12,8% o faturamento neste período. Da mesma forma, o setor de Saúde, Beleza e Bem-Estar teve saldo positivo de 3,1%, faturando mais de R$ 35 bilhões.

Além destes dois, o segmento de Limpeza e Conservação tem mostrado uma boa recuperação. O setor faturou no primeiro trimestre de 2021 o equivalente a 6,6% a mais do que o primeiro trimestre do ano anterior.

Outros setores, mesmo que ainda não tenham se recuperado totalmente, são apostas certas para empreender. É o caso do setor de Alimentação.

Ele é o segmento de maior faturamento do mercado de franchising, com mais de R$ 40 bilhões em 2020. Conta com modelos de negócios dos mais variados, em diversos nichos de atuação.

Por último, mesmo que um setor ou nicho de atuação tenha números bons, ele pode ser uma ótima opção em uma determinada região. Ou, então, dependendo do perfil do empreendedor.

Dessa forma, nenhum modelo de negócios deve ser deixado de lado sem antes analisar alguns detalhes. Por exemplo, para além do faturamento, por que este modelo de negócios é tão seguro? Veja agora!

Por que uma franquia é mais segura?

Um dos principais motivos é que uma franquia é um modelo de negócios mais simples e enxuto do que os comuns.

Além disso, por investir em uma marca já reconhecida no mercado, o empreendedor consegue captar clientes com mais eficiência.

Nesse sentido, ao investir em uma franquia, o empreendedor não está somente comprando o nome da marca. Ele também compra todo o sistema de suporte agregado a ela.

Vemos um homem de terno comemorando em frente a um computador (imagem ilustrativa). Texto: modelo de negócios.
Uma franquia é uma forma mais segura de iniciar um empreendimento.

Isso inclui capacitação para atuar melhor na área escolhida e acesso a um plano de negócios.

Um franqueado não precisa aprender com os erros e acertos de outros empreendedores. A franqueadora  já testou seu método em diversas unidades e sabe o que funciona.

Por conta disso, a mortalidade de uma franquia é de apenas 5% nos dois primeiros anos, segundo levantamento da ABF.

Já nos modelos de negócios comuns, este número, considerando o mesmo período de dois anos, salta para mais de 20%, de acordo com o Sebrae.

Vantagens de abrir uma franquia

Além da segurança, este modelo de negócios possui a vantagem de ter suportes variados da franqueadora.

O empresário, assim que se torna franqueado, recebe treinamentos para conhecer a operação da marca, a forma de gestão, além de um direcionamento para o marketing.

Estes treinamentos podem ser on-line ou em alguma unidade da franquia, conforme a localização do empreendedor e o tipo de negócio.

Outra vantagem é investir em um novo negócio sabendo o quanto terá que gastar para a implantação da unidade.

Na Circular de Oferta de Franquia (COF), constam os valores de taxa de franquia, custos aproximados com obras, taxas burocráticas, equipamentos, entre outras informações.

Ainda, levando em conta a experiência da franqueadora com as outras unidades da franquia, ela também passa o valor aproximado de faturamento.

Dessa forma, com tudo isso em mãos, o empreendedor consegue se programar melhor, sem levar sustos diminuindo, portanto, os riscos de prejuízo.

Por fim, leia mais sobre as vantagens de investir em uma franquia no texto que separamos para você. Bastar clicar no link.

Ainda, antes de dar continuidade ao texto, confira o vídeo com outros detalhes sobre o modelo de negócios de uma franquia.

Cuidados para escolher entre os modelos de negócio

Falamos para você o quanto uma franquia é vantajosa. Todavia, como qualquer outro empreendimento, não dá para investir neste modelo de negócio de olhos fechados.

Alguns aspectos devem ser bem avaliados pelo empreendedor antes de decidir em qual franquia irá investir.

Sendo assim, separamos três passos fundamentais na análise para conhecer bem uma franquia e saber se ela é a melhor opção para você.

Avaliar a COF do negócio

Conforme citamos, a COF é um documento que informa os custos de implantação do negócio. Porém, ela não detalha apenas isso.

A COF é regulamentada pela Lei de Franquias (Lei nº 13.966/19) e reune detalhes sobre a operação da franqueadora.

Por exemplo, os custos rotineiros de uma unidade, como taxa de royalties e fundo de propaganda, bem como valores a serem cobrados e sua periodicidade.

Da mesma forma, neste documento deve conter os direitos e deveres das partes. Além disso, o franqueado fica sabendo como se dá a transferência de know-how e prazo do contrato de franquia.

Em outras palavras, a COF é o cartão de visitas da franqueadora. Com ele, o empreendedor consegue entender os detalhes do negócio e se ele vale a pena.

Por fim, o empreendedor conhece todos os suportes da franqueadora.

Suportes da franqueadora

Advertisement

Citamos que uma das vantagens deste modelo de negócio são os suportes da franqueadora. Porém, é importante ficar atento, já que diferentes franqueadoras oferecem diferentes tipos de suporte.

Por isso, para escolher a franquia na qual irá investir, o empreendedor deve analisar os suportes que lhe serão dados. Da mesma forma, se eles são interessantes, eficientes, e ajudarão no desenvolvimento do negócio.

Entre as ações de suporte mais importantes estão o auxílio na escolha do local da unidade, na decoração do estabelecimento e suporte para a gestão.

Enfim, analise se a franqueadora estará sempre ao seu lado, apoiando você para o bom desenvolvimento do empreendimento.

Veja o nosso ebook com tudo que você precisa saber antes de abrir uma franquia.

E-book "Tudo que você precisa saber antes de abrir uma franquia".

Reputação da marca no mercado

Escolher uma franquia para investir envolve entender como ela está sendo avaliada pelo mercado e pelos consumidores.

Nesse sentido, o empreendedor deve conversar com os franqueados e ex-franqueados da marca para saber se a franqueadora oferece os suportes que promete.

Os contados destes parceiros devem vir na COF para que o empreendedor possa conhecer deles alguns detalhes do dia a dia de uma unidade da marca.

Além disso, é preciso avaliar as redes sociais da marca e os registros no site Reclame Aqui, pois assim é possível entender o que os consumidores estão falando de seus produtos ou serviços.

Isso evita que o empreendedor invista em uma franquia que está com problemas junto a fornecedores, franqueados ou até mesmo com seu próprio público.

Enfim, é uma maneira de conhecer bem o terreno onde está pisando e evitar caiar em armadilhas.

Qual a melhor franquia do Brasil?

O mercado é amplo em franquias, com os mais variados tipos e formatos. Podem ser marcas com modelos em home office, loja de rua ou em shopping.

Um dos fatores a se levar em consideração para achar a melhor franquia para investir é analisar o seu próprio perfil.

Fazer uma autoanálise, conhecer quais das suas características combinam com um determinado negócio, e quais não são indicados.

A melhor franquia do Brasil é aquela na qual o empreendedor se vê em pleno acordo, em um mercado no qual ele gosta de atuar, atrativo, junto a uma marca consolidada.

Porém, todos estes detalhes podem variar muito de empreendedor para empreender.

Um negócio que pode ser bom para uma pessoa, em uma determinada cidade, pode ser um péssimo empreendimento em outra cidade.

Por tudo isso, o empreendedor deve investir em franquias sólidas, nem sempre famosas, mas que possibilitem bons ganhos.

Caso tenha optado por alguma franquia, entre em contato com a franqueadora. Porém, se ainda não escolheu a marca, receba uma consultoria gratuita com especialistas que podem lhe orientar na escolha da melhor franquia para você. Acesse: henriquemol.com.br.

Advertisement
Advertisement