Afinal, o que é empreender? Um guia inicial para você ter sucesso

Neste artigo você vai ver

Advertisement

A vontade de ser dono do próprio negócio está na mente de muitas pessoas, mas nem todo mundo sabe realmente o que é empreender. Aqui, neste conteúdo falaremos mais sobre o assunto e mostraremos como iniciar um negócio próprio sem sustos e de forma simples.

Segundo pesquisa, cerca de 40% dos brasileiros pretendem empreender

Advertisement
nos próximos dois anos. Ou seja, abrir um negócio é o sonho ou a necessidade de boa parte das pessoas. Porém, é importante saber que não é um processo fácil.

Porém, nem sempre empreender está ligado a iniciar uma empresa e ter o próprio negócio. Isso porque, é uma característica conectada na busca por soluções, inovar e ser proativo. Continue a leitura e saiba mais!

Entenda o que é empreender

Ser dono do próprio negócio é o sonho de muitas pessoas, seja por conta da independência financeira ou da melhora de vida que isso pode proporcionar.

Advertisement

Mas este desejo não significa necessariamente que a pessoa é uma empreendedora. Empreender é algo mais do que isso. Empreender é uma capacidade de inovar, buscar soluções para problemas. Portanto, é uma atitude que vai além de começar um negócio.

Nesse sentido, uma pessoa empreendedora pode ser alguém que consegue soluções para os problemas cotidianos de casa. Da mesma forma, é inventar algo para ajudar a vida das pessoas.

Um viés do que é empreender está ligado a criar negócios, o que está mais próximo do conceito de empreendedorismo que estamos mais familiarizados.

Assim, empreender é conseguir soluções por meio de uma empresa, apresentar novos produtos ou serviços. Logo, empreendedores não necessariamente inventam algo, pois podem usar soluções já postas no mercado.

Empreender também tem conexão com o espírito de assumir riscos, buscar conhecimento para melhorar um negócio. Isso faz parte de um perfil empreendedor. Mas também é uma busca por autorrealização usando suas competências para criar algo de valor para o mercado.

Podemos destacar uma pessoa proativa, que busca criar algo não apenas no próprio negócio, mas dentro da empresa na qual trabalha.

Por exemplo, empreender em um emprego é chamado intraempreendedorismo, outro viés do conceito. Porém, mais voltado para inovações numa cadeia produtiva ou estrutura empresarial.

Advertisement

Da mesma forma, mentes empreendedoras podem ser inquietas e, ao mesmo tempo, calmas o suficiente para organizar ideias e colocá-las em prática. Assim, encarar os riscos que o empreendedorismo traz.

Enfim, são características que nem sempre o empreendedor terá todas elas. Por outro lado, pode desenvolver aquilo que tiver dificuldade. Isso não o impede de expandir o seu negócio.

Vale a pena empreender?

Como dito, muitos brasileiros pensam em empreender por diversos motivos. Isso porque, ter o negócio próprio pode ser um grande salto de vida.

Existem diversas vantagens para a vida e profissional de quem decide empreender. Dessa maneira, essa decisão deve ser tomada com o máximo de organização para evitar prejuízos.

Segundo uma pesquisa, cerca de 77% dos brasileiros têm o sonho de empreender e ter o próprio negócio. Outro fator que leva o empreendedorismo é a necessidade, e este momento de crise econômica faz isso saltar aos olhos.

De acordo com um relatório de 2020, o número de empreendedores iniciantes motivados por necessidade saltou de 37,5% para 50,4%, o mesmo nível de 18 anos atrás. Um dos motivos é a necessidade de sair do desemprego e conseguir uma renda quanto antes.

Nessa hora, para as pessoas proativas, com um perfil empreendedor, podem surgir grandes oportunidades de negócios. Muitas delas com poucos custos.

Empreender neste momento é vantajoso, pois pode ser o pontapé inicial para uma empresa que em curto ou médio prazo pode lhe proporcionar ganhos financeiros. Pode ser a oportunidade de realizar sonhos, mas que exige bastante dedicação.

Da mesma forma, quando se pensa o que é empreender, temos em mente ter o negócio próprio e fazer o nosso horário. Existem diversos mercados que possibilitam trabalhar em horários alternativos, permitindo conciliar projetos e dar mais atenção à família.

Muitos empreendedores de sucesso começaram com a conta bancária zerada ou com sérias dificuldades financeiras. No fim, o processo pode trazer ganhos extraordinários para a vida pessoal ou profissional. Mas como fazer isso? Veja agora como!

Advertisement

Como abrir um negócio?

Quem sabe o que é empreender conhece a complexidade do processo de iniciar um negócio do zero. São muitas informações para reunir e processos para pensar.

Seja qual for o modelo de negócio no, qual se pretende investir, é necessário estudar bem o mercado que deseja atuar. Analisar se está em alta, se as propostas de sua empresa estão adequadas ao público-alvo e conhecer seus concorrentes no mercado local.

Além disso, se autoconhecer, ver qual tipo de negócio e o mercado que se encaixa mais ao seu perfil de empreendedor. Por exemplo, empreendedores muito criativos, com mil e uma ideias, preferem iniciar um negócio do zero.

Por outro lado, existem pessoas com menos experiências, ou menos criatividade, que podem se enxergar investindo em uma franquia. Este modelo de negócio é de implantação mais simples, pois a empresa vem estruturada, com uma operação previamente estabelecida.

Com uma franquia, o empreendedor paga por uma autorização para o uso da marca e do know-how de uma franquia. Sendo assim, trata-se de um modelo muito vantajoso para iniciar uma unidade, pois o empreendedor recebe uma marca reconhecida e um plano de negócio pronto.

Dessa forma, não precisa passar por todo o processo de produção de um plano de negócio, achar soluções para processos, entre outras etapas de iniciar uma empresa.

Já na Circular de Oferta de Franquia (COF), sendo um documento apresentado antes da assinatura do contrato, o empreendedor conhece os custos de implantação do negócio.

Do mesmo modo, na COF, estão todos os suportes que a franqueadora oferece, como treinamentos, auxílio para o marketing e para questões de gestão. Por fim, é um modelo de negócio mais simples e bem atrativo para empreender.

Como saber se está na hora de abrir um negócio?

Após saber o que é empreender, você pode estar se perguntando se chegou a sua hora de investir em um negócio próprio. Para isso, é necessário analisar seu momento financeiro, sua capacidade de investimento e tempo disponíveis para desenvolver a empresa.

Da mesma forma, investigar se o mercado que mais lhe atrai está propício para novos negócios, se a sua região comporta ou se está saturada pela concorrência. Você pode buscar algo que traga prazer, ou seja, uma automotivação.

Mas empreender é se organizar e buscar soluções atrativas para o consumidor. Então, você pode investir nisso agora? Ou precisa de mais um tempo para amadurecer a ideia?

São perguntas que o empreendedor deve se fazer antes de embarcar neste processo. Em seguida, conhecer o seu próprio perfil, se está disposto a abdicar de momentos de lazer e de descanso em prol da empresa.

Nesse sentido, é importante entender que não exige um perfil perfeito de empreendedor. Isso porque, é possível que você possa desenvolver as qualidades com o tempo. Ou ainda, que possa ter sucesso mesmo não tendo certas características de empreendedor.

Pode ser que você tenha um perfil mais de gestão ou daquela pessoa super criativa, mas que tem dificuldade de tirar as ideias da cabeça. Cada tipo de empreendedor encontra oportunidades no mercado.

Por fim, entenda se tem capacidade de se organizar e estruturar uma empresa, pois mesmo em uma franquia, a gestão exige organização do empresário. Assim, você inicia o processo com mais segurança, sabendo o será necessário para o seu sucesso.

Advertisement
Advertisement

Qual franquia combina com seu perfil?

Preencha o formulário e fale com um consultor das nossas marcas.

POSTS RELACIONADOS