O maior Portal de Franquias do Brasil!
Home » Todos Conteúdos » Destaques ★ » Como elaborar um plano de negócios para franqueadora?

Como elaborar um plano de negócios para franqueadora?

Sumário

Deseja conhecer as diferenças entre o plano de negócios para franqueadora e o modelo tradicional? Aliás, você sabia que existem diferenças entre eles? Aqui, preparamos o texto para você entender a importância e o passo a passo necessário para elaborar um plano de negócios rico e com informações relevantes.

A Associação Brasileira de Franchising (ABF), em 2023, divulgou um estudo revelando que o setor alcançou um faturamento de R$ 240,6 bilhões. Desse modo, empreender no segmento pode ser interessante para quem quer expandir a marcar e lucrar.

Mas ao tomar a decisão de se tornar uma franquia, muitos empresários acabam se perdendo ao longo do processo. Afinal, são diversos estudos e análises que precisam ser feitos para garantir que tudo sairá como planejado.

Não à toa, marcas mundialmente reconhecidas usam esse modelo de negócio para entrar em novos mercados. E todas, igualmente, antes de começarem a crescer, precisaram entender o que é um plano de negócio e como fazer isso com qualidade. Continue a leitura!

Clique, conheça e compare FRANQUIAS LUCRATIVAS. Acesse!

A importância de estabelecer um plano de negócios

O plano de negócios para franqueadora é um documento elaborado com a finalidade de auxiliar no desenvolvimento da empresa.

Esse estudo apresenta diversas questões sobre o empreendimento, como: a viabilidade do negócio, o tipo de produto ou serviço que será ofertado, o perfil do público-alvo etc.

No caso do movimento de expansão por meio das franquias, o plano precisa ser modificado. Afinal, estamos falando de uma nova estratégia e de uma nova avaliação do mercado. No geral, podemos tratar como a criação de um guia de processo de franqueamento da marca.

Nesse momento, mesmo diante dos dados sobre localização, público, perfil dos clientes e outros, será essencial definir novas estratégias e metas para o processo de expansão. Sem traçar esse caminho, certamente você estará colocando a sua marca em risco na hora de aplicar o novo sistema.

Para você entender melhor, o que é o modelo de negócio de uma franquia, saiba que elas só funcionam porque existe um ordenamento dentro da marca em questão.

Dessa forma, consegue organizar todos os seus franqueados em busca de um bem comum, usando as mesmas técnicas, processos, visões, cultura etc. Não importa se em uma unidade ou em milhares delas.

CURSO Guia Prático Sobre Franquias. Clique e confira o conteúdo completo sobre o franchising no Brasil, como investir e como faturar!

No final das contas, esse plano de negócio de franquia terá a mesma finalidade do primeiro que precisou fazer. Ou seja, deve apresentar seu empreendimento para investidores interessados. Porém, agora, são empresários que desejam abrir uma unidade da sua marca.

Por fim, são diversos detalhes que você precisa ficar atento para conseguir colocar o seu empreendimento como uma boa solução de mercado.

O que um plano de negócios da franqueadora deve ter?

Descubra agora o que um plano de negócios da franqueadora deve conter. Isso porque, para garantir o sucesso da sua rede de franquias, é essencial elaborar um plano abrangente e bem estruturado.

Desde a definição da visão e missão até a análise de mercado e estratégias de marketing, cada aspecto desempenha um papel fundamental.

Agora, conheça os elementos essenciais que não podem faltar em um plano de negócios eficaz para sua franqueadora. Confira!

Banner ProResultado consultoria. Clique e confira!

1. Estudo de viabilidade da franquia 

O estudo de viabilidade da franquia — ou análise de franqueabilidade — é um procedimento que toda empresa precisa fazer antes de adotar essa estratégia.

Graças a isso, você terá condição de identificar os riscos que envolvem a mudança, os lucros que podem ser alcançados, se seus processos são de fácil replicação etc.

Com base nesse levantamento, já é possível identificar se a sua empresa está realmente pronta para se tornar uma franquia. Caso seja identificado algum gargalo, caberá a você fazer as alterações necessárias, testar, colocar a prova e refazer o estudo de viabilidade.

Importante destacar que, nesse momento, será preciso fazer uma série de previsões financeiras, como o quanto precisará ser gasto para montar a estrutura de suporte e treinamentos, por exemplo. Portanto, trabalhe com uma média realista. Qualquer coisa fora do padrão pode resultar em prejuízos.

2. Público-alvo da marca

Você conhece o seu público-alvo, suas vontades, como se comporta, seus hábitos e outras características. Porém, no caso das franquias, você precisa ir um pouco além disso.

Banner Totall Marcas. Clique para conferir os serviços!

Afinal, o seu plano de negócios de franqueador é focado na expansão da sua empresa. Logo, será preciso traçar um perfil que se encaixe em diferentes regiões.

Portanto, use a sua base de clientes fidelizados para descobrir o que é mais comum no mercado como um todo. Lembre-se que o perfil de consumo pode mudar de uma cidade para outra, imagine para um estado? Sua marca tem que estar preparada para isso.

3. Estudo de concorrentes

O próximo passo para elaborar um bom plano de negócios para franqueadora é criar um estudo de concorrentes. Expandir é uma estratégia que exige muito conhecimento sobre o mercado em que você está instalado. Na sua cidade, a sua empresa pode ser uma referência, mas em outra pode haver um concorrente oferecendo algo maior que você.

Dessa forma, fica evidente a importância de realizar as famosas comparações para saber o seu potencial para alcançar novos públicos. Avalie quais são seus diferenciais para os clientes, quais as matérias-primas e insumos usados, os fatores técnicos de produção etc.

Por mais que seja tentador focar apenas nos seus concorrentes diretos, não deixe de estudar os indiretos também. Afinal, mesmo que não estejam atuando no mesmo tipo de negócio que você, podem captar seus clientes da mesma forma. Então, fique preparado para tudo.

MJG SOLUÇÕES EM ENGENHARIA. Clique e saiba como contratar essa empresa conceituada!

4. Custos e taxas para investimento no negócio

Com todas essas questões bem estudadas e apreciadas, no decorrer das etapas, você precisa encontrar os custos e taxas que serão cobradas.

Mas, antes de mais nada, descubra o valor do investimento inicial. Assim como fez no passo anterior, não deixe de considerar seus concorrentes nesse momento.

A seguir, determine as taxas que serão cobradas: royalties e fundo de publicidade. A Lei de Franquias não obriga a cobrança de nenhuma delas. Dessa forma, fica a seu critério, com base na estratégia de marketing da sua empresa, se farão parte do negócio ou não.

5. Objetivos e metas da rede

Não deixe de apresentar todos os objetivos e metas que deseja alcançar adotando o sistema de franchising. Nesse momento, é muito importante que você crie cenários e monte uma análise estratégica para cada um deles. Ou seja, quais os planos para cada tipo de situação que a sua rede estiver.

Resumidamente, esse ponto é o mesmo que você precisou traçar no plano de negócio quando abriu a empresa. Então, elabore mais de um objetivo.

FOCO MARKETING. Clique e acesse para saber como faturar com o seu negócio fazendo ações de marketing!

Por fim, mostre para os futuros franqueados que você tem plena noção das questões que podem acontecer e como influenciam no negócio.

Outros passos para criar uma franquia

Além do plano de negócio para franqueadora, existem outros documentos importantes para ingressar corretamente no franchising. Isso porque, existem alguns documentos legais como o Demonstrativo de Resultados de Exercício (DRE), a Circular de Oferta de Franquia (COF) e contrato que também devem ser elaborados.

Desse modo, você precisa montar toda a padronização do negócio, uma das vantagens de ter uma franquia, bem como desenvolver as estratégias de divulgação para captar os futuros franqueados. Os manuais, a criação do time de suporte e definição das regras específicas do negócio também.

Esse é, inclusive, um dos pontos abordados no curso Guia Para Iniciantes. São aulas que você pode acessar clicando aqui, assistir online e entender em detalhes como investir em uma franquia. Sem prejuízo e sem o risco de escolher uma marca ruim.

Sendo assim, para que você possa entender detalhadamente esses outros passos, separamos o vídeo a seguir com tudo sobre como franquear a sua empresa. Confira!

CONHEÇA AS SOLUÇÕES DA DOTS HUNTERS PARA FRANQUEADORAS! Clique aqui!

É bom ter uma consultoria para franquear?

É bom ter uma consultoria para franquear a sua empresa. Isso porque, transformar a sua empresa numa franquia é uma tarefa relativamente trabalhosa.

Você deve ficar atento a diversas questões, estudar o mercado, analisar se a empresa consegue ser replicada e montar estratégias. Com isso, muitos empresários optam por contratar uma consultoria.

A princípio, essa prestadora de serviço irá solicitar as informações necessárias e entregar para você todos os pontos que apresentamos aqui. Uma dessas empresas é a Formatação de Franquia, um serviço oferecido pela Encontre Sua Franquia.

Se trata de uma organização especializada, com mais de 13 anos de experiência. Assim, pode auxiliar na transformação da sua marca em uma rede de sucesso, ampliando sua presença para diversas unidades.

Nesse sentido, a consultoria lhe acompanha em todas as etapas do processo. Inicialmente, é realizado um diagnóstico minucioso da sua empresa para identificar áreas que requerem desenvolvimento. Em seguida, é elaborado um modelo de negócio replicável e rentável.

CONHEÇA AS SOLUÇÕES DA SULTS PARA FRANQUEADORAS! Clique aqui!

Essa abordagem compreende também orientações detalhadas sobre a elaboração de documentos legais, como manuais, COF e contratos, visando simplificar o processo de expansão do seu negócio. Conte com essa solução para receber suporte eficaz em sua jornada empreendedora.

Ao longo do texto, você pôde aprender como fazer um plano de negócio, como ser um franqueador e o caminho que é preciso seguir para conseguir transformar a sua empresa em franquia.

Mesmo com um custo baixo, em comparação com outras estratégias, você precisa analisar alguns pontos para não colocar a sua empresa em risco. Agora que está por dentro do assunto, expanda a sua marca e ganhe dinheiro.

Acompanhe o mercado
A mais lidas hoje