Setores para abrir uma empresa e lucrar trabalhando com o que você gosta

Por
em
moça usando o notebook e celular imagem ilustrativa pesquisa de setores para abrir empresa
Advertisement

Investir no seu próprio negócio pode ser uma tarefa difícil. São muitos os custos, os planejamentos e até muitos setores para abrir uma empresa. Por isso, antes de tudo, o futuro empreendedor precisa se fazer algumas perguntas.

Para começar: “com qual setor do mercado eu tenho mais afinidade?”. Muitos empresários avaliam, primeiro, o lucro que o ramo de atuação proporciona, e é claro que este aspecto é importante. Porém, ele é não é o mais relevante. 

Um empreendedor que avalia apenas os rendimentos do negócio dificilmente se destaca e se sente bem no mercado. Para garantir o seu sucesso, o empresário precisa gostar do que faz. Assim, ele terá prazer em investir seu tempo e dinheiro na atividade. 

Pense com a gente: quantas vezes você se sentiu desmotivado em uma atividade, e então desistiu dela? A academia, um curso, um emprego? Melhor que isso não aconteça com o seu negócio, não é mesmo?

Outro questionamento fundamental é: “como investir no setor?”. Às vezes, uma boa pesquisa apresenta investimentos que você nem sabia que existiam. Todos os dias, a tecnologia proporciona novidades no mercado, e muitas delas ainda nem chegaram ao Brasil. Conhecer o que há de novo é uma chance de se destacar perante a concorrência.

Não significa que você precisa, necessariamente, oferecer algo revolucionário, completamente inovador, para fazer o seu empreendimento crescer. Mas é importante pensar em diferenciais. Pode ser no modo de atender o consumidor, de entregar, de manter o contato com o usuário após a compra etc.

Na hora de decidir a sua atuação no mercado, reflita o máximo possível. Conheça todos os aspectos do seu investimento, os seus desejos, objetivos e modo de fazer. Com todas essas informações, você poderá estabelecer um plano de negócios detalhado. 

Uma dica é optar por uma franquia na hora de abrir um negócio. Uma franquia é um modelo de negócio mais seguro e com previsão de lucro. Você pode saber mais sobre as franquias clicando aqui.

Setores para abrir empresa nova ou franquia

Todos os anos, uma série de setores se destaca na Economia brasileira. Em consequência da crise financeira no País, alguns deles são instáveis. Porém, outros, mesmo com a alta taxa de desempregados, se mantém a todo o vapor, como o ramo da Beleza e Estética. 

Não significa, é claro, que você deve obrigatoriamente investir no ramo da Beleza e Estética. Como explicamos na introdução deste artigo, é necessário avaliar uma série de fatores antes de escolher a área mais interessante. 

A seguir, apresentamos vários setores para abrir uma empresa. Considerando bem as opções, você terá maior facilidade em fazer a sua escolha. Acompanhe!

Saúde, Beleza e Bem-estar

Um dos setores que mais cresce todos os anos é o de Saúde, Beleza e Bem-Estar. E são vários os fatores associados a este crescimento. Há, por exemplo, o desejo de um envelhecimento saudável, já que a expectativa de vida não para de crescer.

Segundo o Sebrae, a influência dos meios de comunicação e o crescimento da renda média dos trabalhadores também geram maior preocupação com a aparência física e o bem-estar.

São vários os modos de atuar no setor. É possível investir em empresas para o controle e prevenção de doenças, em academias de ginástica e em clínicas de estética. 

Farmácias, distribuidores de medicamento, perfumaria, cirurgias plásticas e produtos cosméticos também aparecem entre as possibilidades do ramo.

Serviços Automotivos

Advertisement

No Brasil, existem 46,3 milhões de carros. Tantos veículos assim demandam inúmeros cuidados, para a sua manutenção e estética. É por isso que o setor de serviços automotivos não para de crescer, e deve se expandir ainda mais. Você pode ver um pouco sobre o assunto no vídeo abaixo.

As possibilidades desse ramo são diversas: é possível atuar com a limpeza e estética automotiva, a venda e troca de pneus, reparos e manutenção preventiva, e até com serviços mais simples, como a troca de óleo e o calibramento dos pneus.

Moda

Quando você pensa em moda, o que vem à sua mente? Passarelas e modelos desfilando? Pois saiba que o setor da moda vai bem além.

Ele é constituído não apenas por quem pensa as peças, mas por quem as produz e comercializa. E não só as roupas entram nessa lista: os segmentos de bijuterias, joias e óculos também são ótimas opções de investimento no próprio negócio!

Na hora de abrir a sua empresa de moda, vale a pena considerar as mais variadas opções. Você tem interesse pelo ramo têxtil e vestuário? E em abrir uma loja de rua ou shopping? 

Os negócios podem ser voltados ao público infantil, plus size, gestante e outros. Podem também oferecer moda street,  lingeries, moda praia e até funcionar como brechós. Aliás, brechós e lojas exclusivamente on-line são cada vez mais comuns.

Alimentação

O brasileiro gasta cerca de 25% de sua renda com alimentação fora do lar. O número indica o que muita gente já percebeu: que o setor de alimentos é uma incrível opção de negócio.

São muitos os fatores pelos quais o ramo da alimentação dá tão certo. Para começar, muitos consumidores não encontram tempo para cozinhar as próprias refeições. A solução, então, é comprar comida pronta.

Mas não significa que apenas o fast-food faz sucesso. Na verdade, a preocupação das pessoas com a alimentação saudável é cada vez mais comum. Por isso, as refeições deste tipo criaram um novo espaço para investimento.

Os serviços delivery também impulsionam o setor. Isso inclui plataformas como o iFood, Rappi e o Uber Eats, que garantem a entrega de refeições por todo o País.

Entretenimento e Lazer

Investir no setor de entretenimento e lazer também pode ser algo bastante diverso. Aliás, já notou o quanto cada ramo é cheio de opções? É por isso que é tão importante pesquisar antes de abrir um negócio: para descobrir possibilidades que você não imaginava.

Para abrir o seu negócio neste ramo, o empreendedor pode escolher entre eventos, shows e festas (de aniversário, casamento e outros). Formaturas, games, música, dança e brinquedos são outros caminhos cheios de potencial.

Limpeza e Conservação

Um negócio no ramo da limpeza e conservação atua, principalmente, no cuidado com residências e espaços comerciais.

Comunicação, Informática e Eletrônicos

Outro dos setores para abrir uma empresa é o de produtos de informática ou eletrônicos, como computadores, smartphones e tablets. Também é uma possibilidade oferecer serviços de assistência para eletrônicos.

O marketing digital, publicidade e soluções digitais também fazem parte do setor, e podem ser uma ótima opção de investimento. Principalmente para quem já trabalha com os ramos.

Casa e Construção

Os empresários com interesse no setor de Casa e Construção podem optar por investir na decoração de imóveis, jardinagem para casa e limpeza pós-obras. Assim como pela produção e venda de EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual) para a Construção Civil, ferramentas e insumos para a edificação de imóveis. 

Uma das vantagens de investir na Construção Civil é que ela não para de se reinventar. E, aproveitando as novidades do mercado, é possível se destacar perante a concorrência. Por exemplo: o tijolo inteligente é uma das tendências do setor. Sustentáveis, eles podem ser feitos de materiais recicláveis e se tornam bastante baratos ao fabricante.

Além dos tijolos, há o uso das impressoras 3D para a criação dos projetos arquitetônicos. Mais realistas, eles facilitam a assimilação pelo consumidor e podem aumentar a taxa de negócios contratados com a sua empresa.

Serviços Educacionais

Investir em serviços educacionais pode ser um pouco mais trabalhoso, mas igualmente rentável e atrativo para quem gosta da área. O “trabalho extra” acontece para cursos superiores, pois é preciso que eles sejam reconhecidos pelo MEC (Ministério da Educação). Cursos técnicos também precisam ser chancelados pelo Ministério.

Já cursos de línguas, cursos profissionalizantes e preparatórios não precisam de certificação. Afinal de contas, ao fim do curso, os estudantes recebem apenas um certificado de conclusão, e não um diploma.

Além das modalidades de cursos presenciais, é cada vez mais comum aqueles oferecidos apenas de modo on-line. As opções à distância dão maior flexibilidade ao aluno, que estuda onde e quando quiser.

O empreendedor também pode investir em plataformas inovadoras, games e outros modos de estudar. Aplicativos e opções semelhantes buscam tornar a Educação mais cativante e atraente. Especialmente em um mundo cada vez mais digital.

Serviços e Outros Negócios

Entre todos os setores para abrir empresa, o de serviços é o que possui a maior variedade de opções para abrir um negócio.

O segmento nada mais é do que aquele que engloba o comércio e as atividades de prestação de serviços, fora as que já citamos ao longo deste conteúdo.

O empresário interessado em Serviços pode, por exemplo, fazer o comércio de combustíveis e de objetos. Também pode oferecer serviços de transporte, correios, seguros, desenvolvimento de softwares, atividades imobiliárias, Saúde, segurança privada, serviços de crédito etc.

Hotelaria e Turismo

Você pode investir em hotéis, resorts, pousadas e agências de turismo. Assim como em empresas de guias turísticos. Empresários que gostam de atuar diretamente com os clientes costumam ter maior facilidade neste ramo.

Na hora de escolher entre setores para abrir uma empresa, lembre-se de considerar com o que você quer trabalhar. Isso será essencial para ganhar dinheiro e também ter prazer com o negócio.

Se quiser, você pode contar com uma consultoria gratuita para iniciar sua empresa. Neste caso, acesse: henriquemol.com.br.

Advertisement
Advertisement