Etapas de franquias: veja quais são para consolidar a sua marca

Por
em
Imagem de pés subindo escadas azuis. Imagem ilustrativa etapas de franquias.
Advertisement

A empresa deve passar por algumas etapas de franquias para oferecer aos empreendedores um modelo de negócio rentável e atrativo.

Este processo de transformação da empresa em uma rede de franquias deve ser feito de maneira cuidadosa, com atenção aos detalhes.

Isso porque a eficiência e organização destas etapas irá impactar diretamente na qualidade da franquia.

Dessa forma, separamos aqui algumas destas etapas de franquia para você conhecer melhor e entender como se dá este processo.

9 etapas de franquias para ter sucesso no franchising

O processo de formatação de franquia exige algumas etapas para consolidar o modelo de negócio que a empresa oferece.

Ela deve estudar diversos aspectos da sua estrutura interna, bem como do mercado, para decidir por realizar esta transformação.

1. Análise de franqueabilidade

A análise de franqueabilidade é uma das etapas de franquias mais importantes. É nela que a empresa terá uma ideia se é possível e se vale a pena transformar o seu negócio em uma franquia.

Este estudo observa o modo de operação e gestão interna da empresa, e verifica se ele pode ser franqueável. Ainda, se os produtos e serviços da empresa podem ser disponibilizados por meio de unidades franqueadas.

Nesta etapa é possível analisar se alguns dos processos internos da empresa precisam ser adaptados. Com isso, abrir a possibilidade para que se replique nas unidades.

Logo, esta etapa da franqueabilidade analisa se a empresa está pronta para o mercado de franquias, se ela poderá atuar em pé de igualdade com suas concorrentes no franchising.

Assim, se ela terá força de mercado, oferecendo algumas novidades, seja produtos ou serviços inovadores ou de qualidade diferenciada. E se a gestão do negócio funcionará neste modelo.

Imagem com quadrados de madeira com ilustrações relativas ao universo do empreendedorismo. Imagem ilustrativa texto etapas de fraquias.
O estudo da franqueabilidade mostra se a empresa consegue se encaixar neste mercado.

2. Análise de viabilidade financeira

Advertisement

Assim como a franqueabilidade, uma das etapas de franquias é analisar se o modelo de negócio é viável financeiramente.

Alguns tipos de negócios demandam processos muitos específicos, com maquinário especial, o que pode encarecer a sua replicação por meio de franquias.

Da mesma maneira, a empresa também pode demandar uma quantidade de investimento e tornar o negócio inviável.

Assim, para que os empreendedores se interessem pelo modelo de franquia da empresa, ele deve ter uma boa lucratividade. Porém, se os processos internos forem muito caros, dificultam este investimento.

Do mesmo modo, alguns negócios trabalham com margem de lucro pequenas, o que também tira a atratividade para candidatos a franqueados.

3. Circular de Oferta da Franquia

A Circular de Oferta de Franquia (COF) é um documento importante nas tratativas entre franqueadora e empreendedores.

Este documento é regulamentado pela Lei de Franquias e deve ser bem redigido durante o processo de formatação de franquia. Ele será a proposta que a empresa fará para os interessados.

Por conta de sua importância, a Lei traz uma série de informações que devem constar na COF, como direitos e deveres das partes e suportes da franqueadora para as unidades.

Portanto, o documento deve conter a previsão dos gastos necessários para abrir uma unidade da franquia bem como os valores cobrados do franqueado, como a taxa de franquia.

Ainda de acordo com a legislação, o interessado na franquia tem no mínimo 10 dias para analisar a COF. Dessa forma, evita-se uma pressão da empresa para a assinatura do pré-contrato.

Enfim, a franqueadora deve investir em um documento claro e informativo para atrair os empreendedores com uma proposta séria e bem delineada.

Imagem de duas empresárias assinando um contrato. Imagem ilustrativa de texto etapas de franquias.
A COF deve ser bem analisada pelo empreendedor.

4. Definição dos demais documentos

Na própria COF a franqueadora deve também disponibilizar o Demonstrativo de Resultado do Exercício, bem como a minuta do contrato.

Estas informações também são exigidas pela Lei de Franquias, e são uma forma de informar o empreendedor sobre a saúde financeira da empresa.

Ainda, a empresa deve preparar um plano de negócios que ela irá implementar, com as ações e expectativas da marca para o futuro.

Nestas etapas de franquias, a empresa deve se atentar também para algumas questões burocráticas, como a proteção à marca da empresa. Assim, ela se reserva ao direito de uso exclusivo da sua identidade.

Da mesma forma, deve fazer a proteção de seu know-how, para evitar que alguns dos seus segredos industriais possam ser usados por pessoas de fora da relação.

5. Preparação dos manuais da franquia

Assim como falamos, a franquia deve se preparar para replicar seu modelo de negócios em diversas unidades.

Por conta disso, a franqueadora precisa preparar manuais e treinamentos para repassar o modo de operação para os franqueados.

Para as franquias que oferecem serviços, os franqueados devem ter à mão manuais para a melhor execução do trabalho.

Ainda, devem ser produzidos para uma fácil interpretação, tendo em vista que alguns dos empreendedores não possuem familiaridade com o negócio.

Do mesmo modo, alguns tipos de negócios precisam de manuais mais técnicos, e neste caso, podem exigir do empreendedor um trabalho maior para um bom aprendizado.

6. Treinamentos para franqueados

Algumas marcas oferecem treinamentos também para que o empreendedor conheça um pouco mais sobre o mercado no qual irá atuar.

Com isso, ele atrai investidores inexperientes mas que querem ser donos do próprio negócio.

Sendo assim, estes treinamentos também são uma forma da empresa repassar o seu know-how para os franqueados, complementando os manuais.

Nesse sentido, alguns tipos de negócios exigem também um treinamento para lidar com o público, ou para administrar o empreendimento, mesmo para franquias mais baratas.

Ainda, algumas franqueadoras deixam no portal do franqueado estes treinamentos em vídeo para futuras consultas no dia a dia.

Imagem de um empresário fazendo a explicação de algo para os colegas em uma sala de reunião. Ilustração do texto etapas de franquias.
Os treinamentos são importantes para os franqueados e ajudam a atrair novos empreendedores.

7. Marketing para expansão

Quando uma empresa se torna uma franqueadora, passando por todas as etapas de franquias, é a hora de vender a sua nova cara.

O marketing é uma etapa importante, para chamar a atenção de empreendedores para o novo negócio.

Então, o marketing nesta etapa se volta para os clientes da empresa, mostrando para eles que agora eles terão acesso à marca em mais lugares.

Dessa forma, o marketing bem feito é uma maneira de fortalecer a reputação da empresa, e com isso atrair investidores. Mostrar que a marca proporciona um bom retorno do investimento.

Do mesmo modo, a empresa deve investir na propaganda de cada ponto comercial que abrir. Esta é uma estratégia importante para o sistema de franquias.

8. Atualização dos manuais e técnicas

Como falamos, os manuais de operações e os treinamentos dos franqueados são etapas importantes para o processo de franqueamento.

Além de repassar todo o know-how para os franqueados, a empresa também deve atentar-se para as evoluções dos processos. E para isso, precisa atualizar sempre o seu modo de fazer.

O manual tem que passar por melhorias sempre que for necessário, e também atender ao mercado quando for interessante para o negócio.

Assim, pode ser preciso uma revisão dos manuais caso os franqueados não consigam seguir as instruções.

Ainda, sempre que possível, a empresa deve investir em visitas técnicas nas unidades para tirar as eventuais dúvidas.

Trazemos abaixo um ebook com algumas dicas para abrir uma empresa, que pode ajudar você nesta tarefa de formatação de franquias.

banner ebook cuidados abrir empresa

9. Suporte aos franqueados

As franqueadoras costumam oferecer aos franqueados alguns suportes para a boa gestão e desenvolvimento do negócio.

Os mais comuns são suporte na área de marketing, com ações da marca e auxílio para propaganda das unidades em específico, bem como treinamentos.

Este suporte ajuda no sucesso dos franqueados, e o bom desempenho atrai mais interessados em investir em um negócio.

Mas estas etapas de franquias ficam mais simples quando a empresa conta com uma consultoria especializada.

Assim, cada um dos processos de transformação da empresa em franquia são feitos com maior segurança.

Uma consultoria que trabalha com formatação de franquias é a NX Franquias, uma empresa pertencente ao grupo Encontre Sua Franquia, uma das maiores holdings de franquias do Brasil.

O grupo conta com sete marcas em seu portfólio, e a expertise necessária para ajudar a sua empresa neste processo.

Portanto, a NX Franquias, além de auxiliar na formatação da franquia, ainda possui projetos para a divulgação da marca.

Ela conta com um projeto de Feiras Virtuais de Franquias, além de uma feira presencial com encontros pré-agendados entre franqueadora e empreendedores.

Caso tenha se interessado no trabalho da NX Franquias ou queira saber mais sobre a empresa, acesse o link abaixo.

Separamos também um vídeo com mais informações sobre este processo de transformação de uma empresa em franquia.

Advertisement
Advertisement