Franquia de pijamas: opção de investimento para sonhar alto

Por
em
Franquia de pijamas: familia deitada na cama de pijama
Advertisement

Quem deseja mudar de vida e abrir um empreendimento de sucesso, pode encontrar em uma franquia de pijamas o caminho para ter a tão sonhada tranquilidade financeira. Afinal, quase todo mundo busca uma roupa mais confortável na hora de dormir. 

O mercado da moda possui diversas frentes e uma das mais promissoras está na comercialização de pijamas. Pode não parecer em um primeiro momento, porém, esse mercado tem registrado bons números mesmo diante da crise atual. 

Além disso, se engana quem pensa que pijamas não seguem tendências de consumo. São diversas marcas que criam coleções exclusivas para levar estilo para quem gosta de usar essas roupas também como homewear. Sem contar nas variedades de combinação que essas peças permitem. 

Dessa forma, preparamos o texto a seguir com um rápido levantamento sobre o mercado em 2020 e dicas de marcas para você se tornar um franqueado. Acompanhe a leitura com a gente.  

Por que investir em uma franquia de pijamas?

De acordo com um estudo feito pelo grupo Hope sobre a comercialização de pijamas, é estimado um crescimento próximo dos 400% do consumo de produtos homewear durante o período de quarentena no Brasil.  

Outro estudo que comprova o aumento na busca por esse tipo de roupa foi feito pela Criteo. De acordo com a instituição, houve um aumento geral de 125% na busca por pijamas durante os primeiros meses de 2020. 

Apesar desse cenário novo, o crescimento da comercialização de roupas sleepwear, como também podemos chamar os pijamas, é previsto há anos pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Dessa forma, é possível comercializar peças que conversem com os conceitos de Art Renda, para quem busca por conforto e bem estar diário; ou Underoos, uma mistura de lingerie com pijamas, muito utilizada pelo público nerd.  

Por fim, um levantamento feito pela Associação Brasileira de Franchising (ABF), identificou que entre 2018 e 2019 houve um crescimento de 5,7% no faturamento das unidades voltadas para moda. Assim, o total faturado foi de R$ 24,2 bilhões.

Conheça 5 franquias de pijamas

Antes de escolher qual a melhor franquia de pijamas para o seu perfil, é preciso ficar atento a três coisas. Em primeiro lugar, se você realmente gosta do setor que está prestes a investir. Depois, entender todos os detalhes apresentados na Circular de Oferta de Franquia (COF) e, por fim, como os consumidores enxergam a marca. 

Dessa forma, agora que você sabe brevemente sobre os cuidados que devem ser tomados, acompanhe a lista com algumas opções para você. Porém, antes de continuar, não deixe de observar o infográfico abaixo sobre o passo a passo de como abrir uma franquia

Infográfico passo a passo para adquirir uma franquia

1. Mardelle

A Mardelle surgiu em Minas Gerais em 1995. A marca foi fundada pela empresária Adele Maria de Britto, que vendia peças íntimas para suas colegas de faculdade.

Alguns anos mais tarde, com o apoio do sócio Marcus Gonçalves, a marca já contava com 50 revendedores e dava início as suas primeiras lojas. 

Não demorou muito para a Mardelle ser reconhecida pela qualidade, conforto e estilo de suas peças íntimas. Assim, com um modelo de negócio bem consolidado no mercado, a Mardelle optou por entrar no sistema de franquias e expandir sua área de atuação. 

  • Investimento inicial: R$ 206 mil
  • Faturamento médio mensal: até R$ 80 mil
  • Prazo de retorno: entre 18 e 24 meses 

Se interessou e quer saber um pouco mais sobre as possibilidades de negócio que a Mardelle oferece para seus franqueados e o investimento total? Assista o vídeo abaixo. 

2. Pijama in Box

Advertisement

No mercado desde 2010, a Pijama Box é uma marca especializada no conceito de sleepwear. Porém, a rede de franquias também trabalha com outras coleções como lingeries, chinelos, acessórios, pantufas e máscaras de dormir. 

Dessa forma, a franquia é um sucesso ao apostar em um leque diferenciado de opções. Por isso, não demorou muito para a marca se tornar um modelo de negócio atrativo para franqueados. Muito desse alcance é proporcionado pelo investimento em peças confortáveis e estilosas, além da possibilidade dos clientes utilizarem as coleções como roupas casuais. 

  • Investimento inicial: a partir de R$ 138 mil
  • Faturamento médio mensal: a partir de R$ 600 mil
  • Prazo de retorno: entre 12 e 24 meses  

3. Puket

Com mais de 10 anos de atuação, a Puket é uma empresa que entrou no mercado com um modelo de negócio inovador e capaz de atender as demandas mais exigentes de lingeries e pijamas. Não à toa, a marca passou a ser citada por revistas como exemplo de excelência em franchising. 

Além disso, uma das principais características das lojas físicas da Puket está na sua experiência diferenciada que ela consegue oferecer. Ou seja, um ambiente capaz e fazer seus clientes sentirem a alegria e prazer de vestir suas roupas. Com isso, a empresa se tornou um dos principais sistemas de franchising do setor. 

  • Investimento inicial: a partir de R$ 368 mil
  • Faturamento médio mensal: até R$ 110 mil
  • Prazo de retorno: entre 24 e 36 meses 

4. Scala

Voltada apenas para a moda feminina, a Scala é um exemplo de franquia de pijamas que opera com diversas linhas diferentes de roupas. Além disso, ela é uma das pioneiras no conceito de confecção sem costura, se tornando uma referência como a maior rede têxtil da América Latina. 

O sucesso da Scala veio por meio do seu método de trabalho, voltado para valorizar a mulher e demonstrar sua personalidade com suas peças, principalmente na linha sleepwear. Dessa forma, a rede aposta em um fabrição com renda e modelagem que possa garantir o maior conforto para o público feminino. 

  • Investimento inicial: a partir de R$ 370 mil
  • Faturamento médio mensal: não informado
  • Prazo de retorno: entre 24 e 40 meses   

5. Jogê

Com mais de 50 anos de mercado, a Jogê é uma das marcas mais tradicionais de moda íntima do Brasil, partindo do casual ao sexy, preservando sempre o conceito de roupas confortáveis. Além disso, a Jogê preza por uma confecção com tecidos e costuras de qualidade. 

Apesar de focar nas roupas sleepwear e underwear, a Jogê também trabalha com roupas voltadas para noivas, acessórios, linha festa e casual. Dessa forma, a marca conta com mais 20 unidades, entre lojas próprias e unidades franqueadas. Além disso, ela oferece suporte e consultoria de campo para seus empreendedores.

  • Investimento inicial:a partir de R$ 380 mil
  • Faturamento médio mensal: não informado
  • Prazo de retorno: entre 24 e 36 meses 

Podemos dizer que esse é um dos momentos ideais para apostar em uma franquia de pijamas. Afinal, como vimos no começo do texto, o mercado possui uma variedade de opções de designs e peças. Sem contar o impacto que o isolamento social tem causado no mercado, que tende a ser positivo.  

Gostou de conhecer algumas opções de franquia de pijamas e quer ficar por dentro de outras novidades de empreendimentos no mundo da moda? Assine nossa newsletter e receba artigos que vão ajudar você a mudar de vida. 

*Informações publicadas em Agosto/2020. Os preços das franquias podem sofrer atualizações. Informe-se com a franqueadora da marca.

Advertisement
Advertisement