Franqueado: entenda seu papel dentro de uma franquia

Por
em
Advertisement

Você sabe quais são as suas funções e responsabilidades como franqueado? Para conduzir uma franquia, é necessário estar preparado para lidar tanto com questões operacionais, como administrativas. Saiba mais a seguir.

Uma franquia é uma forma de investimento seguro para quem deseja empreender, pois você aposta em um modelo de negócio que já funciona e tem um bom desempenho. É por isso que essa forma de atuação é tão atrativa.

No entanto, é necessário entender que uma rede de franquias funciona por meio da cooperação entre franqueador e franqueados. Logo, é necessário o envolvimento de ambas as partes para que a unidade, e marca como um todo, se desenvolvam plenamente.

Dessa maneira, além do investimento financeiro, o franqueado deve se dedicar diariamente ao negócio, visando seu bom desempenho. Para isso, é fundamental ficar atento a todos os detalhes que fazem parte do funcionamento da empresa.

O que é um franqueado?

O franqueado é uma pessoa que investe em uma determinada franquia para reproduzir seu modelo de negócios em uma nova unidade. Portanto, é responsabilidade dele conduzir esse novo negócio, mantendo o padrão já estabelecido pela marca.

Mas para se tornar um franqueado, a pessoa deve passar por uma série de processos. Antes de tudo, é preciso pesquisar mais sobre as marcas para tentar encontrar um negócio que se encaixe com o perfil e os objetivos desse investidor.

Além disso, a marca também realiza avaliações para decidir se aquela pessoa poderá ser um bom franqueado. Se a parceria for realmente favorável para ambos os lados, o contrato de franquia irá formalizar todo o processo.

A partir disso, o franqueado deverá se dedicar para conduzir a nova unidade, contando com treinamentos, suportes e know-how oferecidos pelo franqueador. Em um sistema de franquias, o franqueado possui direitos e deveres.

Vemos na imagem uma mulher com blusa de frio em uma mesa branca, escrevendo em um caderno. Ao lado vemos um celular e uma xícara (imagem ilustrativa). Texto: franqueado.
O franqueado precisa se preparar para conduzir uma franquia.

Portanto, mesmo com toda ajuda oferecida pela marca, é necessário que ele se dedique para o sucesso da unidade. Para isso, será essencial cuidar da administração financeira, operacional, liderar uma equipe (caso o negócio demande) e, claro, com os clientes.

Saiba quais serão suas responsabilidades como franqueado

Se você está pensando em se tornar um franqueado, saiba que além dos valores de investimento, você terá que dedicar o seu tempo e esforços para que o negócio prospere.

Algumas pessoas podem pensar que por contar com um plano de negócios estruturado, uma franquia irá demandar menos trabalho. Muito pelo contrário! Assim como qualquer outro tipo de empreendimento, uma franquia exige dedicação para que tudo funcione.

Sendo assim, ao planejar integrar o mercado de franquias, você deve se organizar para todas as etapas da escolha do seu negócio, bem como os investimentos necessários para a implantação de uma unidade.

A seguir, explicaremos melhor quais são as responsabilidades que um franqueado terá ao administrar uma unidade de franquia.

Aproveite e acesse o nosso ebook gratuito com tudo o que você precisa saber antes de abrir uma franquia. Confira!

Tudo que você precisa saber antes de abrir uma franquia

Trabalhar pelo crescimento da unidade

Como já dissemos, faz parte da vida do franqueado se dedicar diariamente para que a unidade prospere e consiga alcançar o sucesso desejado.

Nesse sentido, é necessário uma série de esforços para que tudo funcione de forma adequada.

A princípio, é preciso que o investidor tenha boa vontade para aprender todo o know-how repassado pela franqueadora. Afinal, ele serve como base para todas as estratégias usadas diariamente nas unidades.

Em seguida, o franqueado deve se manter em constante aprendizado, seguindo os manuais da marca, buscando formas de aperfeiçoar suas habilidades de empreendedor.

Além disso, a atuação precisa ser bem versátil para que nenhum detalhe do negócio seja negligenciado.

Pois o empreendedor terá que cuidar da parte financeira, organizar os lucros e realizar os pagamentos necessários. Além disso, ele terá que conduzir a parte operacional e verificar se todos os detalhes para o funcionamento da unidade estão adequados.

Ainda é necessário cuidar da equipe, quando existe uma, incentivando os funcionários e dando as orientações corretas para um melhor desempenho do time como um todo.

Enfim, ele deve se atentar aos diversos processos que envolvem a performance da unidade.

Pagar taxas associadas ao investimento

Advertisement

Para conduzir uma unidade de franquia, é preciso realizar alguns investimentos. Parte deles você deve destinar as taxas cobradas pela franqueadora. 

A primeira delas é a taxa de franquia, pagamento único e fixo que o franqueado deve fazer para ter o direito de uso da marca. Ela é quitada no momento da contratação da franquia, e o seu valor pode variar de marca para marca.

No entanto, quando a unidade já está em operação, é comum que existam taxas mensais a serem pagas. Por exemplo, temos a taxa de royalties e a taxa de propaganda, que também variam de acordo com a franquia.

A taxa de royalties tem como função manter o direito do franqueado em usar a marca e o know-how desenvolvido por ela. As franquias podem destinar essa taxa para o aperfeiçoamento de produtos e serviços, ou cobrir despesas com atualizações de materiais e treinamentos.

Foto de uma calculadora com caneta e papel com números ao lado (imagem ilustrativa). Texto: franqueado.
O franqueado deve realizar os pagamentos da taxas de uma franquia.

Além disso, temos a taxa de propaganda destinada para as ações de divulgação da marca. Assim, ela é usada para as estratégias de publicidade que promovem a marca, os produtos e o conceito da franquia como um todo.

Executar o negócio respeitando os padrões da franquia

O sistema de franchising funciona com base na relação entre franqueado e franqueadora. Assim, o franqueado também deve ficar atento para manter os padrões determinados pela marca.

Isso porque, em uma franquia, as unidades operam como uma cópia da marca principal. Nesse sentido, elas possuem regras e métodos usados para manter um padrão de qualidade.

Dessa maneira, independente da unidade, o cliente poderá identificar a marca facilmente, já que ele saberá que em todos os locais serão oferecidos os mesmo serviços ou produtos.

Por esse motivo, o franqueado precisa seguir as instruções repassadas pela franqueadora. Lembrando que todo o planejamento segue um método que já foi utilizado e que, na prática, trouxe bons resultados.

Ou seja, mantendo o padrão da marca você não só se certifica de reproduzir o padrão de qualidade desejado, como também se baseia em um formato de sucesso para o pleno funcionamento do negócio.

Cooperar para o crescimento da rede

Outra responsabilidade do franqueado diz respeito ao seu comprometimento com o crescimento da rede como um todo. Portanto, ele precisa cooperar com alternativas que possam impulsionar a marca como um todo.

Sendo assim, ele precisa participar de todos os treinamentos, aproveitando as oportunidades para aprender as melhores formas de aplicar todas as estratégias na prática.

Além disso, o franqueado deve respeitar as regras determinadas pela franqueadora, mantendo sempre as instruções repassadas como forma de guiá-lo na atuação diária.

Do mesmo modo, ele pode repassar feedbacks e dicas para a franqueadora. Ao se deparar com uma nova estratégia bem-sucedida, ele pode informar a marca para que ela seja indicada aos demais franqueados.

É importante lembrar que o sucesso da rede reflete diretamente no sucesso da própria unidade. Logo, contribuir para o fortalecimento de toda a marca e seus franqueados é ajudar o seu próprio negócio.

Foto de três pessoas reunidas ao redor de uma mesa branca com papeis em cima.
Em uma rede de franquias, o sucesso de todos depende do trabalho sério de cada um.

Qual o papel da franqueadora de uma marca?

Agora que você já entende suas responsabilidades como franqueado, é preciso conhecer também o papel da franqueadora. Ou seja, a empresa responsável pela marca. 

Primeiramente, a franqueadora precisa tomar todos os cuidados necessários para que o formato de franquia seja aplicado de forma correta. Assim, ela precisa estruturar seu negócio para reproduzi-lo facilmente em unidades.

Em seguida, ela deve elaborar todas as normas que vão organizar a rede, desenvolvendo treinamentos e manuais para capacitar seus franqueados. É preciso criar ainda padrões para os pontos comerciais e desenvolver estratégias de divulgação da marca.

Por fim, uma franqueadora precisa oferecer suporte contínuo aos franqueados para que eles possam desenvolver suas unidades. Além disso, ela também supervisiona seus funcionamentos e busca atualizações e melhorias sempre que necessário.

Gostou deste conteúdo? Então confira também o nosso artigo sobre como ser um franqueado de sucesso em 2021. Reunimos 17 dicas infalíveis que podem ser úteis para você!

Advertisement
Advertisement