O maior Portal de Franquias do Brasil!
Home » Todos Conteúdos » Destaques ★ » Como montar um plano de negócio: faça de forma descomplicada

Como montar um plano de negócio: faça de forma descomplicada

Sumário

Saber como montar um plano de negócio é a dúvida de muitas pessoas que desejam realizar o sonho de empreender. São diversas informações importantes para definir se o investimento vale realmente a pena ou não.

Afinal, empreender é o sonho de muitos brasileiros. Inclusive, quase metade do país tem esse desejo de ter o próprio negócio. Nesse sentido, montar um bom plano de negócio é essencial. Se der pra fazer de forma descomplicada é melhor ainda.

Todavia, mesmo que pareça algo especulativo, o objetivo dessas projeções é aproximar ao máximo os dados da realidade. Portanto, deve-se evitar informações rasas, pois, além de atrapalhar, elas podem gerar uma impressão errada dos rumos da empresa.

Nesse sentido, preparamos o texto a seguir para para apresentar a importância desse documento, além de um passo a passo para montar o seu. Acompanhe a leitura.

Clique, conheça e compare FRANQUIAS LUCRATIVAS. Acesse!

Por que é importante montar um plano de negócio?

Graças ao plano de negócio, o empresário tem uma noção maior do seu empreendimento. Ou seja, de acordo com as informações que ele consegue levantar, é possível fazer todo o planejamento organizacional. Imagine que você seja um professor. Não tem como chegar todos os dias para dar aula sem traçar o conteúdo da disciplina, certo?

Afinal, você pode acabar se perdendo na matéria, repetir assuntos abordados anteriormente ou ensinar algo que está muito além do que seus alunos ainda conseguem compreender.

Com as empresas, a ideia é a mesma. É impossível você tirar algo do papel sem traçar o desenvolvimento lógico do negócio.

Devido a isso, você terá a capacidade de se organizar, ter um alinhamento mais certeiro com seu sócio, acompanhar mais de perto a evolução do empreendimento, fazer comparações com a realidade em relação ao plano, conseguir linhas de crédito, se preparar para eventuais adversidades etc.

Percebe o quão essencial é para a sua marca contar com um plano de negócio? Certamente, com ele, o caminho para o sucesso fica mais palpável. Portanto, chegou o momento de entender quais são os passos para montar o seu próprio plano de negócio.

7 passos de como montar um plano de negócio

Para saber como montar um plano de negócio é preciso, inicialmente, que você tenha alguma noção do que pretende oferecer ao mercado.

CURSO Guia Prático Sobre Franquias. Clique e confira o conteúdo completo sobre o franchising no Brasil, como investir e como faturar!

Existe algum serviço que acredita ser inovador ou que possa ser melhor que o existente no mercado? Algum produto único que pode fazer a diferença? Inventou algo que vai revolucionar de alguma forma?

Esse é o primeiro pensamento que deve aparecer antes de começar a fazer o seu plano de negócio. Como vimos até aqui, será com base nessa informação que você vai colocar em xeque a sua ideia. Se ao final, chegar à conclusão de que esse empreendimento não é vantajoso, não se prenda a ideia.

A chance do seu plano de negócio estar errado, é menor do que as chances de você está certo. Afinal, abrir uma empresa de sucesso não quer dizer se furtar ao achismo, mas uma sequência de testes e análises. Não à toa, existe o termo pivotar. 

Essa expressão é utilizada quando uma empresa precisa mudar o rumo do seu negócio para conseguir ter o sucesso esperado. Isso levando em consideração a experiência adquirida ao longo de todo o processo. Tendo esse pensamento como base, vamos explicar como montar o seu plano de negócio. 

1. Inicie com o sumário executivo

Primeiramente, você deve iniciar o seu sumário executivo. Isso será fundamental para resumir tudo o que estará presente no documento.

Banner ProResultado consultoria. Clique e confira!

O ideal aqui é evitar fazer algo muito extenso. Seja o mais sucinto possível. Lembre-se que essa parte é a que vai chamar a atenção para o restante das informações do seu plano.

2. Faça a análise de mercado

O segundo ponto que deve ser apresentado é a análise de mercado. Nesse momento, é importante conseguir identificar quais são seus clientes e apresentar a sua pesquisa de mercado.

Quais faixas etárias a sua empresa mais atende? São mais mulheres ou homens? Voltado para quais classes sociais? Entre outros pontos.

Além disso, é importante realizar a mesma busca para descobrir os seus concorrentes. Descubra quais vão bater de frente com você com base no perfil dos clientes que conseguiu traçar. Ou seja, mire nos mais altos para ter um horizonte e começar a pensar nas estratégias de longo prazo.

Por fim, não se esqueça dos fornecedores. Eles são parte fundamental no desenvolvimento da sua empresa. Em hipótese alguma eles podem ficar de fora.

Banner Totall Marcas. Clique para conferir os serviços!

Verifique o que é necessário para oferecer seu produto ou serviço, quais os preços praticados, condições de pagamento, prazo de entrega, localização, pedido mínimo etc.

Esse ponto, inclusive, é ensinado no curso Guia Para Iniciantes. As aulas do curso são inteiramente online, você pode assistir quando e onde quiser e ficar por dentro do vantajoso universo do franchising. Acesse as aulas clicando aqui.

3. Crie um plano de marketing

Não deixe de apresentar também um bom plano de marketing. Nele, você vai descrever com detalhes o seu produto ou serviço. Coloque tudo, não deixe nada de fora. Isso inclui a variedade de cores, sabores, posicionamento da marca etc.

No caso de serviço, descreva o método por trás da sua realização. O tipo de atendimento, materiais utilizados, como você planeja realizá-los etc. Além disso, apresente os valores que serão cobrados e lembre-se de checar se essa quantia é equivalente a qualidade do que você está oferecendo.

Graças a esse plano de marketing, mais a sua análise de mercado, você começará a ter uma noção melhor de como serão as coisas na realidade. Em muitos casos, inclusive, nesse ponto, já é possível ter uma ideia se vale a pena continuar com o negócio ou não.

MJG SOLUÇÕES EM ENGENHARIA. Clique e saiba como contratar essa empresa conceituada!

4. Estabeleça o plano operacional

O plano operacional é responsável por apresentar o funcionamento da sua empresa. Ou seja, todos os processos que contemplam desde a abordagem com o cliente, passando pela venda e o pós-venda. Com base nesse levantamento, será possível saber o quanto você consegue vender em um determinado período.

Ele também deve apresentar a previsão de produtividade, os materiais necessários, a sua capacidade de distribuição e armazenamento, a disponibilidade dos fornecedores etc. Caso monte um espaço físico, é preciso apresentar uma disposição espacial desse local.

Então, para ficar ainda mais completo, é possível inserir no documento previsões de métricas como o Custo por Aquisição (CPA) ou o Lifetime Value (LTV), que mede o tempo de vida do cliente no seu negócio.

5. Detalhe o plano financeiro

Chegou o momento de preparar o seu plano financeiro. Essa é uma das partes mais importantes do processo, e exige um pouco mais de estudo.

É hora de colocar no papel todos os gastos relacionados à abertura e manutenção da sua empresa, considerar os gastos, os investimentos, o capital de giro, literalmente tudo.

FOCO MARKETING. Clique e acesse para saber como faturar com o seu negócio fazendo ações de marketing!

Todas as coisas que foram citadas até agora sobre o processo de como montar um plano de negócio devem constar no detalhamento.

É muito importante “bater nessa tecla” para não correr o risco de esquecer o valor de alguma matéria-prima, fornecedores, hospedagem do site, estrutura de atendimento etc.

Assim, caso haja alguma falha nesse momento, as consequências poderão ser negativas, principalmente se você estiver em busca de um investidor.

6. Analise os cenários 

A penúltima etapa é a análise detalhada do cenário. O seu empreendimento está pronto para dar início às operações, mas é importante criar simulações para se preparar para eventuais falhas. Então, crie estratégias e mostre que você está ciente do que pode acontecer numa eventual crise, por exemplo.

Apresente os possíveis cenários, como eles poderiam impactar o negócio, quais setores vão sofrer os primeiros cortes ou ganhar os primeiros investimentos.

CONHEÇA AS SOLUÇÕES DA DOTS HUNTERS PARA FRANQUEADORAS! Clique aqui!

7. Avalie o plano de negócio

Por fim, chegou o momento de você avaliar tudo o que apresentou no seu plano de negócio e tomar a decisão final se vale a pena investir ou não no seu projeto. Mas antes, confira cada um dos tópicos abordados para ter a certeza de que não esqueceu nenhuma informação importante.

Então, você precisa decidir se continua no projeto ou se encontrará uma nova saída para viabilizá-lo. Como falamos, não tenha medo de deixar uma ideia para trás. Desse modo, apenas siga adiante se tudo estiver de acordo com o que você acredita pensando a curto, médio e longo prazo.

Veja a seguir as vantagens de investir em um modelo com plano de negócio estabelecido, como as franquias.

Franquia: um plano de negócio preestabelecido e testado

Como você viu ao longo do artigo, montar um plano de negócio pode ser bem trabalhoso. Porém, caso você queira evitar todo esse processo, uma alternativa para você abrir o seu empreendimento é por meio das franquias.

Graças a esse modelo de negócio, uma marca consegue expandir sua área de atuação permitindo que um terceiro explore comercialmente seus produtos e/ou serviços.

CONHEÇA AS SOLUÇÕES DA SULTS PARA FRANQUEADORAS! Clique aqui!

Nessa parceria, o franqueado, você, tem plenas condições de entrar no mercado com uma ótima estrutura por trás, além de pular uma série de etapas. Assim, vale ressaltar que não é preciso se preocupar com o plano de negócio, uma vez que ele já foi feito pela franqueadora.

Empreender não é algo fácil. Exige muito dos empresários e requer tempo para transformar um sonho realidade. Serão diversos desafios para tirar o projeto do papel. Logo, é fundamental produzir um plano de negócio de qualidade.

De qualquer forma, uma das soluções mais viáveis é o modelo de franquias. Nele, o empresário precisa avaliar apenas a estrutura e as condições para abrir uma unidade da marca que ele deseja, evitando uma série de dúvidas e incertezas.

Vale a pena abrir uma franquia?

Investir em franquias é uma opção cada vez mais atrativa para empreendedores que desejam abrir o próprio negócio. As franquias oferecem uma série de vantagens em relação a negócios independentes, desde a maior facilidade na gestão até a maior chance de sucesso.

Em primeiro lugar, é importante destacar que as franquias oferecem uma estrutura pronta para o empreendedor.

Ao investir em uma franquia, o empresário recebe todo o suporte necessário para a gestão do negócio, incluindo treinamentos, manuais e suporte técnico. Ou seja, isso faz com que seja muito mais fácil iniciar um negócio, principalmente para quem não tem experiência prévia em gestão.

Além disso, as franquias oferecem um modelo de negócio testado e comprovado. Isso significa que o empreendedor tem maior segurança em relação ao sucesso do negócio, já que está investindo em um modelo que já foi bem-sucedido em outras regiões e em outras unidades.

Outra vantagem das franquias é a possibilidade de negociação com fornecedores. Por ser uma rede de negócios, as franquias conseguem negociar com fornecedores preços mais competitivos, o que pode aumentar a margem de lucro dos franqueados.

Por fim, as franquias oferecem maior visibilidade de marca. Uma das grandes vantagens de investir em uma franquia é poder utilizar uma marca já conhecida pelo público, o que pode facilitar a atração de clientes.

Enfim, investir em franquias pode ser uma excelente opção para quem deseja empreender. As vantagens vão desde a facilidade na gestão até a maior chance de sucesso, passando pela possibilidade de negociação com fornecedores e maior visibilidade de marca.

Logo, se você está pensando em abrir um negócio próprio, considere seriamente a possibilidade de investir em uma franquia. Então, não perca tempo e invista hoje mesmo em um negócio de sucesso!

Acompanhe o mercado
A mais lidas hoje