Franquia Outback: como abrir, vale a pena? [Guia para 2021]

Por
em
Franquia do Outback Vale a pena investir
Advertisement

Presente principalmente no eixo Rio-São Paulo, a franquia Outback é um dos restaurantes mais procurados do Brasil. Dessa forma, acaba chamando a atenção de empresários que buscam algo para mudar de vida. 

Se você já esteve alguma vez em algum dos restaurantes da rede, certamente se encantou com a estrutura e sabor oferecido em seus pratos. Esse padrão de qualidade é presente em todas as suas unidades, o que torna a marca reconhecida em todo o Brasil. 

Acontece que muitas pessoas acreditam que o Outback funciona por meio do tradicional sistema de franquias. Mas acredite ou não, o seu modelo de negócio é bem diferente do tradicional franchising. 

Dessa forma, preparamos o texto para que você conheça um pouco mais sobre a empresa e suas características. Além disso, ao final, separamos algumas opções para você se tornar um franqueado. Acompanhe a leitura. 

Franquia do Outback: Vale a pena investir?

O Outback é um dos restaurantes mais procurados do Brasil. Com certeza, você já ouviu falar em pelo menos um dos pratos principais da marca como as tradicionais cebolas empanadas ou a costela com molho de barbecue.

Devido o tamanho do seu sucesso, a rede já está presente em 20 cidades brasileiras desde que chegou ao país. 

A empresa foi inaugurada nos Estados Unidos em 1988, com o intuito de levar para as pessoas para uma experiência diferenciada como o sertão — outback, em inglês — australiano. Expandindo pelo mundo, o Outback chegou ao Brasil apenas em 2011 e desde então é uma referência. 

Assim, o empresário que optar pelo empreendimento terá a chance de atuar em uma grande empresa, com know how e expertise de vários anos. Além do apelo popular que torna o negócio ainda mais rentável. 

Como abrir uma franquia do Outback?

Antes de darmos continuidade ao assunto, é importante destacar que o Outback não possui o sistema de franquias. O formato adotado pela empresa é conhecido como Joint Venture.

Ou seja, um acordo comercial entre duas partes com o intuito de alavancar uma determinada empresa. 

Dessa forma, o empresário que busca abrir uma “franquia” do Outback, deve entrar como sócio-proprietário.

Para ser selecionado, você deve entrar no site do restaurante e enviar o seu currículo. Ao longo do processo de seleção, alguns fatores são avaliados para definir o acordo. 

Porém, antes de apresentá-los, é importante destacar que os principais pontos estão com relação ao tamanho do espaço adotado.

Inicialmente, a marca exige áreas entre 600 e 700 m², sem contar com a possibilidade de estacionamento. Devido a isso, é mais comum encontrar o Outback em shoppings. 

Destaque também para a avaliação da cidade e dos pontos comerciais disponíveis. Apenas dessa forma será possível dar continuidade ao processo de seleção, uma estrutura bem diferente de quando se opta por abrir uma franquia.  

Para que você possa conhecer um pouco melhor sobre esse modelo e descobrir outras empresas que também trabalham dessa forma, preparamos o vídeo a seguir. Confira.

Quais os requisitos para abrir uma franquia do Outback?

Conhecendo um pouco sobre como funciona o modelo de negócio do Outback, é preciso fazer uma analise para você descobrir quais as condições necessárias para se tornar um dos sócios da empresa. 

O primeiro ponto que precisamos destacar para você é que a marca escolhe apenas empresários que já possuem algum tipo de experiência com restaurantes e serviços. Dessa forma, acaba limitando o acesso para quem busca empreender pela primeira vez. 

Após a avaliação do seu currículo, considerando que você está apto para iniciar a jornada, a empresa fará outras exigências para dar prosseguimento a sua candidatura. 

Investimento necessário

O investimento necessário é uma dessas obrigações que precisam ser comprovadas. Não se sabe ao certo qual o valor definitivo, mas estima-se que o custo inicial seja próximo a R$ 60 mil. Certamente esse investimento chega a ser mais atrativo que algumas redes de franquias. 

Porém, ainda é necessário levar em consideração que o valor da infraestrutura necessária fica em torno dos R$ 5 milhões, que precisará ser pago ao longo do contrato. A principal vantagem desse acordo é que o empresário recebe o restaurante pronto para operar. 

Lembrando que para chegar até esse ponto ainda é necessário passar por uma série de testes para avaliar o seu perfil e competência. Será apenas ao final disso que você será considerado apto ou não para se tornar dono de uma “franquia” do Outback no Brasil. 

Remuneração do sócio gestor

Advertisement

Caso aprovado, o empresário precisa ter em mente que o seu salário inicial irá depender principalmente dos lucros que sua unidade obtiver.

O modelo de pagamento é feito por meio do pró-labore fixo. Ou seja, uma remuneração que é definida na assinatura do contrato com o objetivo de pagar pelas atividades administrativas do negócio.

Essa quantia é determinada no valor de R$ 10 mil. Além disso, o empreendedor tem direito a receber 8% do lucro da unidade, aproximadamente.

Assim, para conseguir ter uma renda mais interessante no final do mês, é necessário tornar o restaurante o mais atrativo possível para a sua região.

Conheça os benefícios de uma franquia do Outback

prato do outback esposto e uma caneca de milkshake - Conheca os beneficios de uma franquia do Outback

Além de estar associado a uma das marcas mais populares do mundo, presente em 21 países, abrir um restaurante do Outback oferece diversos benefícios para o sócio. Inicialmente, podemos destacar as boas previsões de rentabilidade oferecidas pela marca. 

Durante a vigência do contrato de cinco anos, o empresário será descontado para arcar com o valor da estruturação do estabelecimento. Porém, devido ao alto retorno financeiro, a quantia é considerada baixa e facilmente paga. 

O restaurante não fecha em determinados horários, funcionando no horário do almoço, do jantar, nos finais de semana e feriados, sem falar dos momentos de happy hour ou comemorações marcantes. O que não falta são boas possibilidades de retorno financeiro. 

Quanto é para abrir uma franquia do Outback?

Como vimos, para você conseguir abrir um restaurante e ser sócio será preciso desembolsar inicialmente R$ 60 mil.

Essa valor pode variar para mais ou para menos dependendo da região em que você pretende inaugurar a unidade. Além disso, é preciso se preocupar com outra questão. 

Diferentemente das empresas que adotam o sistema de franquias, o modelo de Joint Venture, em sua maioria, não permite financiamentos. Como as empresas trabalham com sócios, é obrigatório que o dinheiro esteja disponível assim que o contrato estiver fechando. 

Se tiver algum tipo de pendência com uma instituição bancária, isso pode prejudicar a sua seleção e o desenvolvimento da unidade.

Por fim, reforçando o que já foi dito anteriormente, apesar da estruturação custar aproximadamente R$ 5 milhões, esse valor é dissolvido ao longo contrato. O que acaba não entrando no investimento inicial.  

Quanto fatura uma franquia Outback

Não é possível traçar com firmeza o tamanho do faturamento de uma unidade do Outback. Afinal, esses valores vão depender de diversos fatores como localização, número de clientes atendido, tempo de presença no mercado, gastos com funcionários, fornecedores etc. 

Porém, de acordo com a receita divulgada pelo grupo Bloomin’Brands, dona da rede de restaurantes, as unidades no Brasil tem crescido ao longo do ano.

No último levantamento divulgado em 2020, no 4º trimestre de 2019, houve um ganho de 28 milhões de dólares para a companhia, cerca de 4,9% a mais que 2018.

Encontre Sua Franquia – Encontre a franquia ideal

franqueado Fórmula Pizzaria montando pizza. Imagem ilustrativa texto franquia outback.
A Fórmula Pizzaria é uma das opções para quem deseja investir no segmento alimentício

Se você está em busca de um empreendimento para chamar de seu e não deseja passar pelas burocracias da rede Outback, existe uma boa opção. A holding Encontre Sua Franquia é responsável por uma marca do setor alimentício que oferece grandes benefícios para seus franqueados. 

A Fórmula Pizzaria é uma rede que oferece para os empresários a chance de empreender pagando pouco e com grandes possibilidades de retorno financeiro. Nesse formato, qualquer pessoa pode se tornar dona do próprio negócio, sem a exigência de experiência prévia, por exemplo. 

O empresário que se interessar pela Fórmula Pizzaria poderá oferecer aproximadamente 40 tipos de pizzas diferentes, entre doces e salgadas.

Além disso, o negócio conta com opções veganas para atender um público cada vez maior. Sem contar nos calzones e sobremesas criadas pela própria rede. 

Importante destacar que uma das grandes vantagens desse negócio é ser focada principalmente no delivery. Assim, no modelo mais em conta, o empresário precisa apenas de um espaço para fazer as massas e assar. Além, é claro, das embalagens e cuidados para embalar o produto. 

Agora, quem busca ter um salão para receber os seus clientes, também existe esta possibilidade. Podemos dizer que a Fórmula Pizzaria é uma das marcas do setor alimentício que mais se adequam a qualquer empreendedor. 

  • Investimento inicial: a partir de R$ 99 mil
  • Faturamento médio mensal: aproximadamente R$ 70 mil
  • Prazo de retorno: entre 24 e 36 meses

Conheça outras opções de franquias no setor alimentício

Agora, caso você esteja procurando outras opções de franquias no setor alimentício, separamos mais algumas possibilidades para você investir.

São marcas de diferentes segmentos que oferecem boa rentabilidade e permitem o crescimento do franqueado de maneira saudável. 

Brasileirinho Delivery

Para quem busca trabalhar com comida típica e oferecer diversos pratos conhecidos no país inteiro, uma das boas possibilidades é a Brasileirinho Delivery.

A empresa conta com um serviço rápido e produz refeições entregues com embalagem box. No mercado desde 2013, a marca tem conseguido expandir facilmente suas operações pelo país. 

Para se ter uma ideia, atualmente são quase 100 unidades atendendo milhares de clientes todo mês. Ao todo, são 12 pratos oferecidos pelo estabelecimento, sendo o principal o que leva o nome da marca, Brasileirinho. 

  • Investimento inicial: a partir de R$ 275 mil
  • Faturamento médio mensal: não informado
  • Prazo de retorno: entre 20 e 24 meses

Fast Açaí

A Fast Açaí é uma das principais redes de segmento do Brasil. Presente em 152 unidades no país e outras três no exterior, a empresa é referência quando falamos em mix de açaí, cupuaçu, sucos, wraps, sanduíches e energéticos naturais.

Com apenas sete anos de história, pode ser uma grande possibilidade para qualquer empresário. 

O interessado que desejar se tornar um franqueado da rede precisa ter visão empreendedora, tem que ser persistente e ter disponibilidade para cuidar da sua unidade durante 24 horas, praticamente.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 71 mil
  • Faturamento médio mensal: a partir de R$ 30 mil
  • Prazo de retorno: entre 18 e 24 meses  

Baff’s Salgaderia

Uma das principais marcas quando falamos de salgados, a Baff’s é uma empresa que oferece franquias desde 2017.

Desde então tem conseguido expandir com facilidade sua ideia e modelo de negócio. Em três anos, são quase 30 unidades espalhadas levando o que há de melhor entre salgados. 

Uma das grandes vantagens de apostar nesse empreendimento é a variedade de modelos que ela oferece. Dessa forma, o futuro franqueado pode ter bikes food, lojas, restaurantes e até quiosques. Sempre respeitando e indo atrás do fluxo de pessoas para alavancar os resultados. 

  • Investimento inicial: a partir de R$ 77,5 mil
  • Faturamento médio mensal: não informado
  • Prazo de retorno: entre 6 e 24 meses

Nutty Bavarian

Um pote de castanha do Pará sobre a mesa.
A Nutty Bavarian é uma marca que se adequa a diversos locais e oferece bom retorno financeiro

Certamente você já deve ter ouvido falar das castanhas glaceadas da Nutty Bavarian.

A marca de origem estadunidense oferece para seus empresários a chance de trabalhar com um modelo de negócio totalmente adaptado as necessidades dos consumidores, se fazendo presente em diversos pontos como shoppings, aeroportos, feiras etc. 

No Brasil, a empresa chegou no final dos anos de 1990 e atualmente conta com 120 unidades espalhadas pelo país. Além disso, importante destacar que todos os franqueados contam com uma estrutura mínima para fazer suas operações com tranquilidade. 

  • Investimento inicial: a partir de R$ 99 mil
  • Faturamento médio mensal: a partir de R$ 32 mil
  • Prazo de retorno: entre 12 e 18 meses

Monster Dog

Trabalhar com cachorro quente pode ser mais rentável do que você imagina. É nessa premissa que a Monster Dog tem crescido.

Porém, além dos tradicionais hot-dogs, a marca conta com opções de hambúrgueres, salgados e pão de queijo. Graças a essa variedade e os alimentos de boa qualidade, a marca conta com sua rede de 47 unidades. 

No mercado desde 2002, a Monster Dog sempre apostou na unificação da comida rápida de rua com o sabor. Dessa forma, ela conseguiu se tornar uma das principais neste segmento, levando para pessoas das classes B, C e D o que há de melhor e com preços acessíveis. 

  • Investimento inicial: a partir de R$ 90 mil
  • Faturamento médio mensal: não informado
  • Prazo de retorno: entre 12 e 36 meses

Abrir um restaurante do Outback possui suas vantagens, mas o empresário precisa ficar atento as regras do negócio. São diversos fatores que farão você ser selecionado ou não para ser um sócio.

Lembrando que o seu modelo de negócio é conhecido como Joint Venture. Assim, você administra uma unidade em conjunto com a marca.

Porém, se você procura modelos de franquia para chamar de seu, existem outras possibilidades que oferecem boas condições e rentabilidade. Não à toa, listamos algumas das principais do mercado e que aceitam qualquer empresário que deseja mudar de vida. 

Gostou do nosso conteúdo sobre a não franquia Outback? Continue aprendendo mais sobre esse modelo de negócio pelo artigo “Valor de franquia famosas e poderosas em 2021(todas as taxas)”.

Advertisement
Advertisement