Como calcular os custos da sua franquia? Veja a resposta!

Por
em
moça atendendo em franquia de restaurante imagem ilustrativa texto calcular custos franquia
Advertisement

Abrir uma franquia traz muitos desafios, principalmente em relação aos seus custos iniciais. Afinal, muitas vezes, eles são subestimados. Para esclarecer tudo, esse texto explica como calcular os custos de uma franquia.

Especialmente porque, iniciar um negócio não é uma tarefa fácil. Por isso, muitas pessoas decidem investir em uma franquia para ter uma maior chance de sucesso. Para se ter uma ideia, são cerca de 156 mil unidades de franquias atuando hoje no Brasil.

Então, continue a leitura para aprender sobre empréstimo para franquia e outros temas relacionados a este tópico. Também falamos sobre o retorno esperado sobre o investimento.

Quais são os custos envolvidos em uma franquia?

Primeiramente, é preciso destacar quais os principais custos envolvidos na abertura e manutenção de uma franquia.

Custos para iniciar o negócio

Tenha atenção aos custos para iniciar o negócio. E faça uma verificação para ter a certeza de que não está esquecendo de nenhuma taxa.

Nesse contexto, verifique a taxa da franquia, o valor inicial único que deve ser pago para ter o direito de usar a marca da rede.

Além disso, contabilize os custos iniciais referentes a qualquer negócio físico. Eles envolvem desde alugar e manter um espaço, até treinar a equipe, adquirir equipamentos e outros.

Também será necessário arcar com taxas mensais referentes ao uso da franquia. Essa é uma despesa que deve ser considerada em seu planejamento financeiro, para verificar se você possui ativos suficientes para investir nesse negócio. 

Você também pode checar o empréstimo para franquia, caso seja necessário. Assim como verificar as melhores opções de empréstimo online.

Fique atento às taxas envolvidas

Advertisement

Nesse contexto, leia o contrato com bastante atenção para não deixar passar nenhuma taxa despercebida. O contrato e a COF (Circular de Oferta de Franquia) do negócio.

Além do custo inicial de aquisição da franquia, que é um valor único, há taxas mensais que também entram na conta dos custos envolvidos.

A principal delas são os royalties da franquia. Essa taxa é paga por utilizar o nome da marca da rede e poder aproveitar seu suporte.

Além disso, em muitos casos se paga uma taxa de publicidade, porque o franqueado também aproveita toda a divulgação feita pela marca. Além de receber materiais para fazer a própria divulgação.

Custos operacionais de uma franquia

Além das despesas que já citamos, há outros custos operacionais envolvidos no funcionamento de uma franquia. 

Primeiramente, você precisará de capital de giro para fazer o negócio rodar. Muitas franqueadoras exigem que o franqueado tenha capital para, no mínimo, seis meses de funcionamento. Assim, será possível trabalhar com mais tranquilidade.

Ao mesmo tempo, você precisa calcular os custos de funcionamento da franquia, comuns a qualquer negócio. Como despesas com água, luz e funcionários.

Em resumo, os gastos operacionais da franquia envolvem royalties, taxa de publicidade e despesas de funcionamento. Também é necessário considerar o capital de giro e a taxa de aquisição da franquia.

Sabendo disso, você terá mais facilidade de analisar as opções de franquia disponíveis e escolher a melhor para o seu perfil.

Outros aspectos para ficar de olho

Na hora de abrir uma franquia, é essencial ler o contrato do negócio com atenção e cuidado. Um dos motivos disso é que você poderá observar outras taxas que, aparentemente, não estariam incluídas.

Uma delas é a taxa de renovação, para quando finalizar o contrato entre o franqueado e a franquia. Esse valor costuma ser similar ao pago inicialmente para utilizar a marca, mas pode ter alterações importantes e isso ficará explícito no contrato.

Além disso, verifique a existência de taxa de sistema. Algumas franquias cobram este valor pelo uso de tecnologias como aplicativos, softwares específicos do negócio e até sites.

Ou seja, não deixe nenhuma taxa passar despercebida, para ter a certeza de que você está considerando todos os custos envolvidos.

De olho no retorno sobre o investimento

Para o negócio ser rentável, você precisa avaliar o retorno sobre o investimento, conhecido como ROI. Este dado irá mostrar a você o percentual de rentabilidade do negócio. Também é importante analisar em quanto tempo, aproximadamente, você conseguirá recuperar o investimento feito. 

Para ajudar você a se basear, saiba que um prazo de 15 a 18 meses para recuperar o investimento é uma ótima opção de franquia.

Mas é claro que você precisa analisar quais são as suas expectativas, para avaliar melhor o negócio em que você quer entrar.

Vantagens de se abrir uma franquia

Diante dos vários custos que é preciso calcular em uma franquia, você pode estar se perguntando quais são as vantagens de abrir uma franquia. Veja a seguir.

  • Risco menor de fracasso: utilizando uma marca consolidada no mercado, você tem uma maior chance de sucesso no negócio. Além disso, as franquias costumam oferecer um auxílio de gestão para ajudar você a alavancar a empresa.
  • Facilidade em obter financiamento: os bancos e fintechs têm mais chance de conceder a você um financiamento se você estiver lidando com uma franquia, exatamente porque eles sabem que a chance de sucesso do negócio é maior.
  • Estrutura pronta: você poderá aproveitar a estrutura da empresa, incluindo softwares e outros sistemas.
  • Marketing e propaganda externa: toda propaganda feita pela franquia reflete em você, já que está utilizando o nome da marca.

Como arrecadar o capital necessário

Você pode conseguir capital para começar o seu negócio por meio de diferentes formas. Uma delas é o financiamento, que já comentamos ser mais fácil de conseguir quando você quer investir em uma franquia.

Além disso, outra opção interessante é o empréstimo online pessoal. Existem alternativas com taxas de juros bem baixas, como o empréstimo com garantia de imóvel ou veículo.

Você pode utilizar um simulador de empréstimo para comparar as melhores opções e encontrar a ideal para você.

Este texto teve o objetivo de esclarecer para você os custos envolvidos na abertura de uma franquia. Assim, você pode analisar se esse negócio é viável para a sua realidade.

Então, analise o retorno sobre o investimento esperado, o capital de giro necessário, e as características da franquia para tomar a sua decisão.

Também considere as vantagens desse modelo de negócio para aproveitar todos os seus benefícios de forma otimizada.

Para saber qual franquia abrir, vale a pena conhecer várias opções de negócio. Para isso, acompanhe nossa Lista completa: melhores franquias baratas para 2021!

Agora, se preferir, você também pode contar com uma consultoria gratuita. Basta se inscrever em henriquemol.com.br, para obter auxílio para escolher o melhor negócio para o seu perfil.

Artigo produzido pela equipe Juros Baixos.

Advertisement
Advertisement