Empreendedorismo feminino: entenda se está na hora de você abrir um negócio!

Por
em
Imagem de várias mulheres em uma mesa de reunião. Imagem ilustrativa texto empreendedorismo feminino.
Advertisement

As mulheres estão cada vez mais presentes no mundo dos negócios e o empreendedorismo feminino já é uma realidade no mercado. Aqui falaremos mais um pouco sobre isso.

Para se ter uma ideia, de acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), em 2019, cerca de 9,3 milhões de mulheres já eram empreendedoras, representando 34% de pessoas à frente de uma empresa.

Essa é uma parcela significativa de mercado, realidade que tende a aumentar, como mostraremos a você nos tópicos a seguir.

Números do empreendedorismo feminino no Brasil

Apesar dos desafios de ocupar espaços muitas vezes “masculinos”, as empreendedoras estão alcançando os homens e derrubando barreiras ano após ano, em busca de reconhecimento e igualdade de oportunidades.

As mulheres empreendedoras já somam mais de 30 milhões no Brasil, de acordo com a Global Entrepreneurship Monitor, o que representa cerca de 48,7% do mercado.

Do mesmo modo, o empreendedorismo feminino segue crescendo. Segundo dados da Rede de Mulheres Empreendedoras, houve um aumento de 40% no número de mulheres atuantes nestes espaços em 2020.

Em maior número na faixa etária de 22 a 35 anos, 54% das mulheres decidiram abrir uma nova empresa ou investir em negócios voltados para serviços, principalmente no setor de alimentação, beleza, estética e moda. 

São números que consolidam o papel das mulheres à frente do próprio negócio, como um retrato do empreendedorismo no Brasil.

Além disso, este crescimento se deve a alguns fatores, sobre os quais falaremos agora.

Qual a importância do empreendedorismo feminino?

Vemos uma empresária trabalhando no que parece ser a parte externa de uma empresa (imagem ilustrativa). Texto: empreendedorismo feminino.
As mulheres estão cada vez mais presentes no empreendedorismo.

O empreendedorismo feminino tem várias vertentes para explicar sua evolução nos últimos anos.

Por exemplo, mulheres ganham menos dos que os homens. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), com dados de 2012 a 2018, as mulheres recebem 22% menos do que os homens com o mesmo nível de escolaridade.

Outro fator que tem feito as mulheres optarem pelo empreendedorismo feminino são os “perigos” da licença maternidade.

Pois o fato de terem direito a se licenciar faz com que empresas optem por não contratar mulheres casadas ou com filhos. Ou então que sejam mandadas embora após a licença.

Por estes e outros fatores, o empreendedorismo feminino é importante para possibilitar um ganho mais igualitário entre gêneros.

Ademais, muitas mulheres precisam de certa flexibilidade de horário de trabalho para cuidarem dos filhos ou da casa. E ter um negócio próprio pode facilitar.

Além disso, é um movimento global o empoderamento feminino e ele chegou de vez ao mercado de trabalho e do empreendedorismo.

Contudo, as mulheres, assim como qualquer empreendedor, deve analisar bem o momento de iniciar um novo negócio. E como fazer isso é assunto do nosso próximo tópico.

Como saber se está na hora de abrir um negócio?

O empreendedorismo feminino é um caminho sem volta e faz parte cada vez mais do universo das mulheres.

Porém, alguns fatores devem ser analisados na hora de escolher por começar um novo negócio. Seja o perfil da empreendedora ou o mercado, são detalhes que devem orientar a escolha.

Sendo assim, um primeiro passo é avaliar as características caras ao universo do empreendimento. Seja a proatividade exigida ou a organização necessária para iniciar o negócio.

Da mesma forma, a empreendedora deve avaliar se o mercado no qual deseja investir está em alta, ou se possui um viés de melhora.

A situação do segmento deve orientar a escolha do negócio, a fim de evitar investir em um negócio que vá enfrentar muitas dificuldades no início.

Vemos duas mulheres negras conversando em uma mesa de escritório (imagem ilustrativa).
A empreendedora deve analisar bem antes de iniciar o processo de ter o próprio negócio.

Do mesmo modo, é preciso entender o seu momento de vida, levando em consideração disponibilidade de tempo e foco para o negócio.

Por exemplo, se acabou de ter um bebê, pode não ser o melhor momento para empreender. Ou outros fatores da vida que podem exigir uma atenção maior.

Enfim, são muitos fatores a serem levados em consideração. Para lhe ajudar, separamos um texto com dicas para saber se é a hora de investir clicando aqui.

Franquia pode ajudar a abrir um negócio

O empreendedorismo feminino pode ser facilitado ao investir em um modelo de negócio no franchising.

As franquias são empreendimentos que já são estruturados e organizados, de forma a simplificar sua implementação.

Neste modelo de negócio, cada unidade é igual a outra, e o empreendedor licencia junto a franqueadora uma empresa pronta.

As franquias são negócios atrativos por serem mais seguros, pois contam com suportes da franqueadora. São treinamentos e auxílio na gestão que orientam o empreendedor de maneira eficiente.

Da mesma forma, o empreendedor recebe uma marca consolidada no mercado, com serviços e produtos testados e aprovados pelos consumidores.

Para as mulheres, é uma boa opção por conta do suporte e também por facilitar para aquelas que possuem uma jornada dupla. Assim, para quem é empreendedora e mãe, este modelo é vantajoso.

Segundo dados da Rede Mulher Empreendedora, 75% das empreendedoras brasileiras decidiram abrir um negócio após a maternidade.

Isso porque, de acordo com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), 50% das mulheres são demitidas até dois anos após a licença-maternidade.

Existem modelos de franquias em home office que são mais simples, e permitem uma certa flexibilidade de horário.

Dessa forma, a mulher teria mais tempo para se dedicar à maternidade sem deixar de lado o sonho ou a necessidade do próprio negócio.

Por fim, separamos um vídeo falando um pouco mais das vantagens do modelo de franquia. Em seguida, falaremos de algumas opções que podem lhe interessar na hora de investir.

Opções de franquias interessantes para abrir

O mercado de franchising possui 11 segmentos, entre eles Alimentação, Serviços Educacionais, Moda, Turismo e Hotelaria etc.

É um mercado amplo, pois cada setor ainda conta com nichos e subnichos mais específicos, com modelos de franquias dos mais variados.

Porém, principalmente por conta da variedade de negócios, a empreendedora deve avaliar o nicho de mercado que mais lhe atrai.

E, nessa hora, é preciso ultrapassar as nomenclaturas e as questões de gênero, caso seu interesse seja investir em um empreendimento considerado “masculino”.

O empreendedorismo busca justamente soltar as amarras da sociedade, mostrando que as mulheres devem estar onde elas quiserem, investindo no mercado que as atrai.

Dessa forma, separamos algumas marcas que são boas opções para investir e em mercados atrativos do franchising.

Quisto

A Quisto é uma corretora de seguros que nasceu na cidade de Belo Horizonte(MG), e está em um mercado bastante atrativo.

O segmento de seguros conta com números animadores. Em 2020, o setor teve crescimento de 1,3% sobre o ano anterior, segundo a Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg). A arrecadação anual totalizou R$ 273,7 bilhões, sem Saúde e DPVAT.

Da mesma forma, houve aumento da procura por seguros de vida causado pela pandemia do novo coronavírus.

De acordo com dados da Superintendência de Seguros Privados (Susep), houve aumento de 11% na procura por estes produtos em 2020.

E a franquia Quisto, por ser um modelo de negócio enxuto, com possibilidade de home office, tem sido destaque pelo seu crescimento, conforme destacou reportagem do Portal Nacional.

Além da vantagem de um mercado aquecido, a Quisto também oferece aos franqueados um software próprio. Com ele, é possível gerar mais de 20 orçamentos diferentes para cada cliente.

Dessa forma, o franqueado terá mais informações para captar clientes com eficiência. Assim, é possível desenvolver bem o negócio e ter uma boa lucratividade.

Uma outra vantagem da Quisto é sua política de comissão, que é mais atrativa do que várias das marcas que atuam neste segmento.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 21 mil
  • Faturamento médio mensal: R$ 50 mil
  • Prazo de retorno: entre 6 e 18 meses

Suav

Advertisement
Vemos uma fachada da franquia Suav com esmalteria (imagem ilustrativa). Texto: empreendedorismo feminino.
As mulheres ainda são maioria no mercado de beleza, mas isso tem mudado.

A franquia Suav é uma rede especializada em esmalteria e depilação, que conta com um modelo de negócio voltado para o atendimento sem hora marcada.

A rede enxergou neste nicho a possibilidade de atender clientes que não possuem tempo para agendar um horário para os cuidados pessoais.

Segundo o diretor da Suav, Henrique Mol, esse modelo de negócio preenche uma lacuna do mercado, e que também acaba funcionando como um diferencial para a expansão do empreendimento.

Além disso, a franquia conta com outros serviços, como escovaria e design de sobrancelhas. E tudo isso com atendimento rápido e de qualidade.

O segmento de Saúde, Beleza e Bem-Estar, onde está a Suav, é o segundo setor em faturamento no franchising brasileiro. Só em 2020, foram mais de R$ 35 bilhões.

Da mesma forma, a Suav oferece aos franqueados um modelo de negócio atrativo, com treinamentos e apoio na gestão da unidade. Além, é claro, de uma marca reconhecida no mercado.

Ainda, o método de depilação da rede é diferenciado, proporcionando menos dor durante o serviço. Por fim, cada loja da franquia é pensada para receber bem os clientes.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 168 mil
  • Faturamento médio mensal: R$ 70 mil
  • Prazo de retorno: entre 16 e 36 meses

Cream Berry

No segmento de Alimentação do franchising, uma boa opção é a Cream Berry, franquia de venda de açaí. Este setor é o mais lucrativo entre os 11 disponíveis, com faturamento de mais de R$ 40 bilhões só em 2020.

A Cream Berry é uma rede que trabalha com este produto genuinamente brasileiro que faz sucesso por todo o Brasil e fora dele.

Uma grande vantagem da Cream Berry é seu modelo de negócio, antenado com as mudanças do mercado.

Segundo o franqueado da Cream Berry, Tiago Junji, além de apresentar constantes novidades, a franqueadora ainda oferece suportes eficientes para auxiliar no desenvolvimento do negócio.

Veja o depoimento do empresário no vídeo abaixo.

A Cream Berry possui dois modelos de negócios, e um deles possui um diferencial: o atendimento por self-service.

Esse modelo é atrativo pois os clientes podem escolher os acompanhamentos do creme de açaí e, com isso, ter à disposição uma série de combinações de sabores.

Além disso, a franquia possui uma receita exclusiva do açaí, bem como um amplo cardápio de acompanhamentos. Desde chocolates a cremes de frutas dos mais variados.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 90 mil
  • Faturamento médio mensal: R$ 50 mil
  • Prazo de retorno: entre 12 e 24 meses

Acquazero

A Acquazero é a maior rede de estética automotiva do Brasil. Ela apresenta um modelo de negócio que pode fazer parte do empreendedorismo feminino.

O mercado de carros pode até ter um histórico de ser muito “masculino”, mas essa realidade tem mudado cada dia mais.

Essa é uma possibilidade de mulheres empreendedoras terem o próprio negócio em home office, modelo que oferece uma boa flexibilidade de horário de trabalho.

Além disso, a Acquazero é citada na mídia como uma das franquias que fomenta o mercado de sustentabilidade, conforme reportagem.

Vemos uma pessoa fazendo a limpeza de um motor (imagem ilustrativa). Texto: empreendedorismo feminino.
O mercado também tem espaço para as mulheres que gostam de trabalhar com carros.

Isso porque a Acquazero realiza diversos de seus serviços a seco, com baixo uso de água. Ainda, utilizando produtos de limpeza biodegradáveis.

A franquia, além da limpeza do carro, oferece diversos outros tipos de serviços, como enceramento, polimento, higienização interna, entre outros.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 22.820 mil
  • Faturamento médio mensal: até R$ 70 mil
  • Prazo de retorno: entre 3 e 24 meses

SMS Digital

As franquias on-line têm tomado conta do mercado da internet. E uma destas marcas é a SMS Digital.

A rede trabalha com serviços de SMS para marketing, operacional, mensagens com vídeo, imagem e voz, pesquisas digitais, entre outros.

O franqueado é o responsável pela captação de clientes e demais suportes do dia a dia para os parceiros da marca.

  • Investimento inicial: a partir de R$ 5 mil
  • Faturamento médio mensal:  a partir de R$ 10 mil
  • Prazo de retorno: entre 6 e 12 meses

Quais os desafios do empreendedorismo feminino?

O empreendedorismo feminino encontra muitos desafios, assim como as mulheres em seu dia a dia, resultado de posicionamentos machistas, principalmente em alguns segmentos.

Da mesma forma, na maioria das vezes, é um desafio de jornada dupla ou tripla. Seja por conta da família, filhos, ou demais questões.

Além disso, o empreendedorismo feminino encontra desafios comuns a todos os empreendedores. Por exemplo, burocracias, Economia com altos e baixos e insegurança.

Dessa maneira, contar com um negócio mais simples, como as franquias, pode ser muito vantajoso. Assim, é bom pesquisar e conhecer a Circular de Oferta de Franquia (COF) das marcas do seu interesse.

O mercado conta com diversas franquias, e para lhe ajudar a escolher aquela que mais combina com você, separamos mais um conteúdo, basta clicar.

Enfim, para abrir uma franquia você deve entrar em contato com a franqueadora. Porém, se está com dificuldade para escolher em qual marca investir, conte com uma consultoria gratuita com especialistas para lhe ajudar nesta escolha. Acesse: henriquemol.com.br.

Advertisement
Advertisement