Comunicação entre o franqueado e o franqueador: por que é essencial?

Por
em
Advertisement

Franqueado e o franqueador devem manter uma boa relação. Isso é algo de extrema importância. Acompanhe a leitura e entenda por que a comunicação entre as partes é essencial.

Em qualquer tipo de negócio ou instituição, manter uma boa comunicação interna é necessário para que todo trabalho se desenvolva da forma correta. No caso das franquias, isso não é diferente.

Afinal, suas unidades seguem uma padronização estabelecida. Logo, para que o franqueado consiga desenvolver seu negócio, ele precisa manter um bom relacionamento com o seu franqueador.

Com a transmissão de know-how e todos os suportes que uma franquia oferece, ter formas eficientes de comunicação pode facilitar o trabalho. Essa é também uma forma de o franqueador garantir a qualidade da marca.

Entenda porque a comunicação entre franqueado e o franqueador é tão importante

Uma franquia consiste na reprodução de um modelo de negócio já estabelecido em novas unidades. Assim, em cada uma delas, o franqueado tem que manter o padrão, conforme recomendações da franqueadora.

Por isso, ao abrir uma franquia, o franqueado costuma passar por treinamentos para adquirir o know-how da marca. Ao longo do processo, ele também recebe manuais e suportes.

Por outro lado, o franqueador tem interesse que todas as suas unidades sigam o padrão definido. Afinal, ele já foi testado, aprovado pelo público e realmente funciona no mercado.

Portanto, para garantir o sucesso da franquia, é fundamental que haja um bom fluxo entre ambas as partes. Em uma franquia, o trabalho é feito de forma conjunta. Logo, o diálogo se torna tão necessário.

Pois em um negócio como esse, temos uma relação de parceria. Com isso, é preciso que franqueado e o franqueador estejam sincronizados. Ou seja, uma comunicação integrada fará toda a diferença.

Um bom diálogo colabora para que o franqueado siga todas as regras e recomendações da marca. E, claro, isso permite também que o franqueador ofereça uma orientação mais assertiva.

Vemos uma mulher de blusa cinza segurando um tablet em um fundo preto (imagem ilustrativa). Texto: franqueado e o franqueador.
Uma boa comunicação contribui para o sucesso da franquia.

Desse modo, erros podem ser evitados, o trabalho do dia a dia é facilitado e a qualidade de produtos e serviços se mantém.

Por fim, ao estabelecer essa relação de comunicação, as duas partes podem perceber facilmente o que está ou não funcionando para o negócio. Assim é possível buscar melhorias de forma mais prática e amigável.

Como estabelecer um bom relacionamento com o franqueado?

Como foi possível perceber, manter uma boa comunicação entre franqueado e o franqueador é fundamental para que a rede de franquias se desenvolva.

Pois, dessa forma, possíveis conflitos podem ser evitados, crises podem ser superadas rapidamente, abrindo caminhos para bons resultados.

Nesse sentido, todos os envolvidos precisam ter em mente que a comunicação precisa ser constante, mantida de forma direta e clara. Afinal de contas, há todo um trabalho em conjunto e que está interligado.

Sendo assim, elencamos algumas dicas que podem ajudar a manter um bom relacionamento entre as partes envolvidas em uma franquia. Continue a leitura conosco!

Selecione os melhores canais

O primeiro passo para estabelecer um contato efetivo é encontrar as melhores formas de fazê-lo. Com isso, é preciso encontrar os canais que mais se adequam ao sistema e às pessoas envolvidas.

Com um canal de comunicação eficiente, é mais fácil manter o padrão de qualidade de uma franquia, além de facilitar o relacionamento entre franqueado e o franqueador.

Isso porque, em uma franquia, o contato direto colabora para a administração de cada unidade e da rede como um todo. Assim, uma boa comunicação ajuda no funcionamento e em todas as questões práticas envolvidas.

Mas com tantos canais de comunicação disponíveis, é preciso que a franqueadora busque aquele que melhor funciona com todo o seu sistema e seus franqueados.

É possível que as redes adotem telefones e e-mail como forma de contato. Ou mesmo a Central do Franqueado, que consiste em uma plataforma para manter contato e suporte para resolução de demandas.

Vemos a mão de uma pessoa segurando um celular branco (imagem ilustrativa). Texto: franqueado e o franqueador.
A franquia deve escolher o canal de comunicação mais adequado.

São muitas opções, mas a franquia deve optar por aquela que melhor se encaixa ao seu contexto. É sempre bom escolher alternativas práticas e acessíveis para evitar dificuldades e outros problemas.

Estabeleça setores e profissionais para cada atendimento

Advertisement

Uma outra forma de facilitar o processo de comunicação e suporte com o franqueado é estabelecer setores distintos para cada área que compõe o negócio.

Desse modo, é possível direcionar um profissional para cada atendimento. Definindo bem os setores para manter um canal de comunicação eficiente, a marca consegue agilizar o atendimento.

Isso não só evita demoras e estresse para o franqueado, como também facilita o serviço da equipe de suporte.

Do mesmo modo, caso um franqueado precise de um atendimento com mais urgência, ele pode contatar diretamente o setor responsável. Assim, teremos uma comunicação mais ágil e organizada.

Alinhe as informações 

Já imaginou como pode ser prejudicial para o funcionamento de uma franquia receber informações imprecisas sobre os processos de funcionamento?

Isso afetaria o trabalho do franqueado e do franqueador e, em último caso, o desempenho das unidades. É por isso que alinhar as informações sobre os processos de uma franquia é tão importante.

Elas devem ser repassadas com clareza para toda a equipe de suporte da franquia, bem como para os franqueados da rede. Ao evitar informações desalinhadas, a marca também estará impedindo erros de execução.

Assim também, o franqueado não precisa perder tempo repetindo e corrigindo ações.

Invista em processos automatizados

A automatização é uma forma de repassar tarefas feitas por pessoas de forma manual para que sejam feitas máquinas, softwares e equipamentos. Esta é uma maneira de tornar alguns processos mais práticos no cotidiano.

Com a automatização, a empresa pode facilitar o acesso à informação reunindo, em um só lugar, todos os dados importantes.

Pessoa mexendo em um computador; vemos linhas de contatos desenhadas, uma mesa de madeira com velas, plantas, xícara e caderno (imagem ilustrativa). Texto: franqueado e o franqueador.
A automatização pode agilizar diversos processos no dia a dia da franquia.

Dessa forma, a empresa consegue otimizar o tempo, tanto do franqueado, como da equipe da marca, para resolução de diferentes questões que podem vir a ocorrer.

Outro ponto positivo é que a automatização permite uma padronização de processos. Isso resulta em uma gestão mais segura e eficaz de todos os âmbitos do negócio.

Estabeleça uma comunicação assertiva

A franquia também não pode deixar de se preocupar em manter uma comunicação assertiva. Neste momento, todo cuidado é necessário para reduzir falhas ou ruídos.

Para alcançar os resultados desejados, e ter um negócio bem-sucedido, é importante ter clareza e respeito na comunicação entre franqueado e o franqueador.

Em outras palavras, é preciso que haja sinceridade de ambas as partes para que todas as dúvidas sejam respondidas de forma clara e objetiva.

Ao manter um diálogo constante e aberto, a empresa consegue evitar conflitos.

Esteja aberto para críticas

Saber receber críticas e buscar uma evolução a partir delas é algo necessário a qualquer empreendimento. Assim, um gestor poderá notar as diferentes nuances que rodeiam o negócio.

Estar aberto para críticas, quando falamos em franquias, será necessário para identificar pontos negativos e que podem estar atrapalhando o crescimento da rede.

Por meio de um diálogo sincero, é possível receber feedbacks que vão ajudar a evitar erros ou corrigir falhas.

Comunicação deve ser planejada na formatação da franquia!

Ao longo do texto, foi possível perceber como a comunicação é fundamental para o funcionamento de um negócio.

Assim, é importante ressaltar que essa comunicação deve ser planejada desde o momento da formatação de franquia. O processo de formatação prepara todas as etapas necessárias para o bom desempenho do negócio.

Neste momento, é fácil identificar os pontos a serem desenvolvidos e planejar formas de fazê-los com mais segurança. O planejamento será a base para que tudo funcione bem, diminuindo riscos e prejuízos.

O processo de formatação começa com a análise de toda a estrutura do negócio, inclusive de suas possibilidades financeiras. Se preciso, ajustes são feitos para que o negócio seja replicável.

Além disso, existe o momento de preparar os documentos importantes para o funcionamento de uma franquia. Esse é o caso do contrato de franquia e a Circular de Oferta de Franquia (COF).

Da mesma forma, é preciso desenvolver a padronização e formatação dos processos, pensando em treinamentos e manuais. Além, é claro, nas formas de divulgar a franquia e atrair franqueados.

Para ter uma boa formatação de franquia, você pode contar com o trabalho da NX Franquias. Grupo que atua com a formatação e divulgação para a expansão de marcas.

A NX Franquias tem experiência com mais de mil negócios no Brasil e no mundo, e conta com uma equipe especializada no assunto.

Assim, você tem a consultoria com uma equipe com expertise na área, capaz de entregar bons resultados.

Confira o vídeo abaixo para entender melhor como funciona a formatação de franquia!


Você também pode se interessar pelo nosso artigo Formatação de Franquias: conheça a NX Franquias e os projetos para ampliar o seu negócio.

Advertisement
Advertisement