Franquia de seguros: esse negócio é para você?

Por
em
Advertisement

Parte do setor de Serviços e Outros Negócios, uma franquia de seguros tem ótimo público e faturamento. Mas esse negócio é para você? Acompanhe o texto e saiba a resposta.

De acordo com a Confederação Nacional de Seguradoras (CNseg), o mercado segurador movimentou cerca de R$ 273,7 bilhões em 2020, sem Saúde e DPVAT, representando uma alta de 1,3% em relação ao ano de 2019.

Em outras palavras, investir em uma franquia de seguros é, sem dúvida, muito interessante para quem deseja empreender. Isso porque esse tipo de negócio atua em um segmento bastante próspero e variado.

Além disso, financeiramente falando, a opção é bastante atraente. Porém, alguns fatores são determinantes para que você alcance o sucesso como um franqueado no ramo de seguros.

Antes de investir, é necessário analisar todos eles para que você feche o melhor negócio com a franqueadora.

Devo investir em uma franquia de seguros?

Na hora de abrir um negócio, o que costuma atrair mais a atenção do empreendedor é o lucro do ramo. Afinal de contas, ninguém deseja investir em algo sem retorno financeiro, certo?

Advertisement

No entanto, esse não é o único ponto a ser analisado. Aliás, esse deve ser apenas o terceiro atrativo, pois gostar da atividade e ter disciplina são os dois principais aspectos.

Enfim, para ajudar você a fazer essa escolha, separamos cinco pontos para refletir sobre a pergunta: essa franquia é para mim? Confira a seguir!

1. Tenho interesse pelo setor de seguros?

Franqueados recebem apoio e treinamento das franqueadoras. Assim, é possível compreender melhor o mercado no qual vão atuar, o que são os serviços e para quem eles se destinam.

Isso sem contar o suporte para gerenciar seu negócio, de forma que ele tem mais chances de prosperar. Dessa forma, não é preciso contar com experiência prévia no ramo.

Vemos um homem concentrado enquanto realiza algumas anotações em uma agenda. À mesa vemos computador e outros itens de escritório (imagem ilustrativa). Texto: franquia de seguros para você.
Os treinamentos ministrados pela franqueadora podem ser presenciais, on-line ou misto.

Porém, ter todo treinamento do mundo não adiantará nada se você não gosta do mercado segurador. Para que o seu negócio evolua, será necessário muito estudo, trabalho e dedicação. E tudo isso depende de uma identificação pessoal com o setor.

Reflita com a gente: quantas vezes você já iniciou um projeto, e desistiu dele porque não gostava tanto do tópico?

Assim, se isso acontecer com a sua empresa, seu prejuízo financeiro poderá ser um problema. Sem falar na frustração de ter investido seu tempo em uma área pouco atrativa.

2. Estou preparado para trabalhar com produtos e públicos diversificados?

Advertisement

Muito se engana quem acha que as seguradoras trabalham com um ou dois tipos de produtos e um público restrito. Na verdade, existem seguros voltados para os mais diferentes propósitos e perfis de clientes.

Por exemplo, você conhece o seguro pet? E o seguro de smartphone? Um franqueado de seguros pode trabalhar com os segmentos de saúde, previdência, consórcios, seguros empresarial, de veículos, imóveis, responsabilidade civil, entre outros!

Dessa forma, graças a essa variedade de serviços, na carteira de clientes de um corretor podem figurar pessoas físicas, autônomos e empreendedores. Assim como imobiliárias, sindicatos, órgãos públicos, concessionárias e empresas de todos os portes e tipos.

Por esse motivo, o franqueado precisa ter conhecimento dos produtos e muito jogo de cintura. Não só para fazer a abordagem adequada a cada perfil de consumidor, mas para indicar os melhores produtos e planos a cada um.

Um bom corretor oferece seguros que atendem as necessidades do cliente. Ao mesmo tempo, o serviço deve ficar dentro da faixa de investimento que o consumidor pode pagar.

Associar proteções, mas sem “empurrá-las” ao usuário é outro cuidado importante que pode aumentar o ticket médio das contratações.

3. Consigo ficar antenado às novidades e usar isso a meu favor?

Nos últimos anos, o Brasil viveu diversos momentos de instabilidade econômica. Por isso, quem tem um negócio próprio precisa estar atento às novidades e mudanças que acontecem no cenário financeiro.

Mudanças econômicas têm forte influência no comportamento e nas preferências do consumidor. As novas leis trabalhistas e as propostas de mudança na Previdência, por exemplo, geraram certa insegurança no trabalhador.

Isso fez crescer o interesse do público em conhecer e contratar uma previdência privada.

Além disso, os altos índices de desemprego, somados ao crescimento do empreendedorismo no Brasil, são outros fatores interessantes. Ele têm impulsionado a procura por produtos como os consórcios e os seguros empresariais.

Todas essas tendências impactam diretamente no mercado de seguros e nas franquias de seguros.

É aí que está a importância de se manter antenado. Com esse cuidado, é possível se preparar para mudanças que possam elevar, ou diminuir, a demanda por um determinado produto ou segmento.

4. Tenho vontade de crescer e visão de negócio?

Uma franquia é um modelo de negócio já validado e que conta com o suporte pleno da franqueadora. Ainda assim, uma unidade é uma empresa independente, com CNPJ e razão social diferentes da franqueadora.

Logo, o sucesso de uma franquia está relacionada, entre outros fatores, com o espírito empreendedor e visão de negócios do franqueado.

Quem está à frente de uma franquia se torna responsável pela contratação dos funcionários, por liderar e motivar a equipe. Também é responsável por mostrar como o trabalho deve ser executado e gerir todas as áreas do negócio.

Dessa forma, a maioria das franqueadoras procura franqueados que realmente querem empreender. Aqueles que não têm uma visão de futuro estabelecida costumam não ter o perfil ideal.

5. Consigo lidar com a supervisão de uma franqueadora?

Como uma franquia é um modelo de negócio padronizado, existem regras que precisam ser cumpridas pelo franqueado.

No caso das franquias de seguro, existem sistemas que devem ser usados e procedimentos que precisam acontecer obrigatoriamente. Também é preciso respeitar a lista de produtos que fazem parte do portfólio fixo e outros aspectos.

Por esse motivo, é preciso que, ao decidir fechar o negócio, o empreendedor conheça os seus deveres e as regras a serem seguidas. Essas informações ficam listadas na Circular de Oferta de Franquia (COF) da marca, e também no contrato do negócio.

Elas devem aparecer de modo explícito, e serem esclarecidas pela franqueadora sempre que necessário. Isso não significa, porém, que o empreendedor não possa ser criativo. Pelo contrário. A proatividade e a inovação são bem-vistas pela maioria das franqueadoras.

Em todo o caso, é preciso manter contato direto com a dona da marca. Sempre que uma nova ideia surgir, é importante que a empresa franqueadora seja consultada sobre ela.

Apenas com a aprovação da “matriz”, o empresário poderá implementar uma novidade. Do contrário, ele poderá ser notificado por desrespeitar o contrato e enfrentar problemas com a marca.

Quisto Corretora de Seguros

Fundada em 2012, a Quisto Corretora de Seguros é uma rede que oferece os mais variados produtos. São seguros de vida, de veículos, de viagem, saúde, empresarial, entre outros, direcionados a pessoas físicas e jurídicas.

Para investir, o franqueado pode escolher entre dois modelos: a loja física e a home office. Na segunda opção, o empreendedor pode trabalhar em casa, por meio de um computador e internet.

Para tanto, é necessário um investimento de R$ 21 mil e prazo de retorno relativamente curto, de 6 a 18 meses.

Assista agora ao vídeo abaixo e saiba como faturar muito trabalhando de casa com uma franquia de corretora de seguros!

A seguir, listamos os custos associados à abertura de uma unidade Quisto. Acompanhe!


Quisto Home OfficeQuisto Loja Física
Taxa de Franquia R$ 18 mil R$ 25 mil
Abertura EmpresaR$ 600,00R$ 1 mil
Capital de GiroR$ 2 milR$ 5 mil
Instalações do Projeto ArquitetônicoR$ 30 mil
TOTAL APROXIMADO DO  INVESTIMENTO R$ 21 mil R$ 62 mil

Ter a certeza de que você atende ao perfil da franqueadora vai garantir que o seu trabalho traga lucro e satisfação pessoal. Saiba outras vantagens de abrir uma Quisto Corretora de Seguros no ebook abaixo!

E-book "Por que abrir uma Quisto Corretora de Seguros?"

Na hora de abrir a sua franquia de seguros, verifique se você atende aos aspectos citados neste texto. Especialmente no que diz respeito ao seu interesse no ramo.

Ao se decidir pela sua franquia de seguros, bastará indicar o seu interesse à franqueadora. Depois, a empresa entrará em contato e iniciará o processo de franqueamento.

*Informações publicadas em Julho/2021. Os preços das franquias podem sofrer atualizações. Informe-se com a franqueadora da marca.

Advertisement