Investir em franquias vale a pena? Conheça mais sobre esse mercado

Por
em
Imagem de uma placa escrito OPEN. Imagem ilustrativa para o texto investir em franquias vale a pena.
Advertisement

Para o empreendedor que se pergunta se investir em franquias vale a pena, precisa saber que este mercado é atrativo sim, com bons números ao longo dos anos, mesmo com momentos de crise econômica.

Para se ter uma ideia, em 2020, com a pandemia e as restrições ao comércio, o segmento de franquias faturou mais de R$ 176 bilhões segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF). Ainda, a Associação projeta um crescimento de 9% no setor em 2021.

Logo, estes são apenas alguns dos fatores que mostram que investir em franquias vale a pena. Mas antes de atuar neste mercado, conheça bem este modelo de negócios. Continue a leitura e saiba mais!

Afinal, o que é uma franquia?

Entender realmente o que é franquia, o que significa, como funciona e o que é ser um franqueado, não é uma tarefa tão simples quanto parece.

Se você digitar no Google “o que é franquia”, milhares de resultados te trarão respostas como: licença, uso da marca, royalties, modelo de negócio etc.

Embora englobe um pouco de tudo isso, uma franquia vai além dessas informações. Nesse sentido, franquia é um negócio cujo modelo de operação é copiado e transferido para outro ponto comercial com autorização de quem detém os direitos e criou aquele modelo inicial.

Assim, cada unidade da franquia, não importa onde seja montada, deve ser uma igual a outra, fornecer os mesmos produtos e serviços.

Com isso, se o cliente for em uma loja da marca em Porto Alegre (RS) e um mês depois, em uma viagem de férias para Recife (PE), entrar em uma loja da mesma marca, irá notar pouquíssima diferença, mas os mesmo produtos ou serviços.

Além disso, o empreendedor também investe na marca, pois paga para poder usar o nome da franquia em sua unidade e com isso ganhar a confiança dos consumidores.

Enfim, é um modelo atrativo para ganhar dinheiro com o próprio negócio e correr menos riscos do que começar uma empresa do zero.

Imagem de uma mesa com uma xícara de café, um caderno de anotações, um celular e um computador. Imagem ilustrativa para o texto investir em franquias vale a pena.
O modelo de franquias pode ser bem simples de implementar.

Entenda por que investir em franquias vale a pena

As redes de franquias são um modelo de negócio que tem atraído diversos perfis de empreendedores. Desde aqueles menos experientes até pessoas com expertise no mundo do business.

Dessa forma, investir em uma franquia é algo possível mesmo para quem tem pouco dinheiro, não possui formação acadêmica ligada à administração ou outros cursos.

Portanto, separamos para você alguns dos motivos que mostram que investir em franquias vale a pena. Confira!

Modelo de negócio já definido

Imagina montar um quebra-cabeça sem ter sequer a foto da imagem como um todo. É bem mais difícil do que ter acesso a esta informação que lhe ajuda a terminar a tarefa, não é mesmo?

Abrir uma franquia é como montar um quebra-cabeça, só que a empresa já vem quase pronta. Assim, seria como ter um esquema que lhe indique onde colocar as peças do quebra-cabeça para terminá-lo.

O empreendedor não precisa ficar quebrando a cabeça para definir a forma de produção de seus produtos, inventar receitas ou outros detalhes de um negócio.

A franquia possui uma operação que é feita em todas as suas unidades, um modelo de negócio previamente estabelecido. Toda esta estrutura é baseada nos anos de experiência da franqueadora.

Do mesmo modo, a franquia apresenta uma forma de trabalhar padronizada, que foi pensada para ser mais simples para os empreendedores.

Logo, mesmo pessoas sem conhecimentos profundos naquela determinada área não terão dificuldade de implementar o negócio, pois cabe a elas montar as peças deste quebra-cabeça com a ajuda da franqueadora.

Suportes da franqueadora

Advertisement

Além do modelo pronto, investir em franquias vale a pena, porque o franqueado conta com uma série de suportes da franqueadora.

Nesse sentido, ele recebe treinamentos para conhecer mais a fundo sobre a franquia, sua operação, modo de atendimento, gestão e como desenvolver o negócio.

Estes treinamentos mostram primeiro como é o dia a dia do franqueado no negócio, como ele prepara os produtos da franquia ou como realiza os serviços da marca.

Imagem de várias pessoas trabalhando em frente a seus computadores em uma empresa. Imagem ilustrativa para o texto investir em franquias vale a pena.
As franqueadoras costumam ter equipes preparadas para os suportes aos franqueados.

Do mesmo modo, nos treinamentos ele aprende mais sobre o mercado no qual está inserido. Por exemplo, se investe em uma franquia de comida chinesa, deve aprender não só o preparo, mas também tudo que envolve o consumo deste produto e sua tradição.

Além disso, a franqueadora orienta para atender bem ao público-alvo, algo que um empreendedor sem experiência não costuma saber antes de se tornar um franqueado.

Como o mercado de franquias conta com diversos formatos de negócios, estes treinamentos também variam. Porém, o interessado deve saber que a franqueadora investe em lhe preparar para atuar com aquela franquia.

Outros suportes são para questões de logística, e também para a escolha do melhor ponto. A franqueadora apresenta estudos de geomarketing para que a unidade possa ser implementada em uma região que dê visibilidade ao negócio.

Ainda, o franqueado conta com suporte para o trabalho de marketing, como a produção de conteúdos para a divulgação que deve ser feita pelo franqueado em sua unidade.

Enfim, são “ajudas” importantes e que fazem a diferença ao longo da parceria, evitando que o empreendedor cometa erros e ainda, direcionando para o caminho certo para o sucesso do negócio.

Mais fácil que iniciar negócio novo

Como falamos, o empreendedor que inicia um negócio do zero precisa pensar cada aspecto da empresa. São detalhes como custos, o que irá vender, como irá vender, a parte burocrática, administrativa, entre outros pontos.

Uma franquia, por ser um negócio pronto e ainda contar com o suporte da franqueadora, é mais fácil de começar. Nesse sentido, o empreendedor pula diversas etapas para montar um negócio. Por isso, investir em franquias vale a pena.

Algumas franquias em modelos home office exigem apenas um computador para o franqueado trabalhar. Assim, ele começa a trabalhar em pouco tempo após fechar o contrato de franquia.

Então, como a franqueadora auxilia para a montagem da loja, por exemplo, ela orienta na compra da estrutura, as reformas necessárias para o local, e com isso, torna o processo mais eficiente e rápido.

Imagem de uma mulher sentada com um notebook no colo. Imagem ilustrativa para o texto investir em franquias vale a pena.
Muitas franquias são tão enxutas que é possível trabalhar apenas com um computador.

Previsão de gastos e ganhos

Começar um negócio do zero é entrar em um caminho que é difícil saber onde vai dar. Um dos pontos deste processo diz respeito aos custos.

Ao abrir uma empresa o empreendedor vai montando o negócio e os custos vão surgindo, e muitas vezes eles passam dos limites de capital que o empreendedor tem.

Mas no modelo de franquia os valores para iniciar uma unidade possuem uma projeção baseada nos estudos da franqueadora e sua experiência com as outras unidades da marca.

Nesse sentido, o investimento inicial é o valor estimado do custo imediato na aquisição, implantação e entrada em operação da franquia. Na maioria das marcas franqueadoras, este primeiro aporte não inclui os custos com aquisição/locação do ponto físico, onde o negócio será instalado.

Além disso, o empreendedor tem de levar em conta os outros custos que a franquia demanda. Por exemplo, o capital de giro, gastos com reformas, a própria taxa de franquia, que remunera a franqueadora pelo uso da marca e os treinamentos oferecidos.

Todos estes custos e detalhes do negócio são repassados aos interessados na marca por meio da Circular de Oferta de Franquia (COF).

Advertisement
Este importante documento faz parte das tratativas entre empreendedores e franqueadora.

Um ponto que também esta na COF é uma projeção de ganhos para a unidade ao longo do tempo. A franqueadora baseia-se em sua expertise para apresentar ao empreendedor o quanto dinheiro ele poderá ganhar com o negócio.

Enfim, as franquias valem a pena, pois ter ideia de quanto terá que investir permite que o empreendedor se planeje financeiramente.

Investir em franquias vale a pena porque é seguro

Imagem de um empresário sentando em uma mesa sorrindo. Imagem ilustrativa para o texto investir em franquias vale a pena.
O modelo de franquias é atrativo, pois conta com uma grande chance de sucesso para o empreendedor.

O modelo de franquia é atrativo pelos pontos que falamos, como modelo de negócio pronto e suportes da franqueadora, bem como projeção de custos.

Por conta destes atrativos o formato se torna seguro, pois o empreendedor corre menos riscos de falir. Isso porque, sua empresa pulou algumas etapas e em pouco tempo está com uma base sólida.

Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), só cinco em cada 100 franquias abertas fecham até o segundo ano de operação. O número representa uma taxa de mortalidade em torno de 5% em 24 meses.

Já de acordo com um estudo do Sebrae elaborado em 2016, entre as empresas comuns, o índice de mortalidade é de 23%. Nesse sentido, investir em franquias vale a pena para diminuir os riscos de falência, seja por um descontrole financeiro, ou ainda, investir em produtos ou serviços que não agradem o público.

Outro ponto é que a franqueadora auxilia no trabalho de marketing do negócio, bem como a sua empresa já começa com uma marca reconhecida no mercado.

Logo, com estes pontos sua unidade torna-se atrativa para os consumidores e consegue clientes de uma forma mais rápida, o que aumenta suas chances de sucesso.

Variedade de franquias para investir

Se você deseja empreender e adentrar ao mundo dos negócios, inegavelmente já pesquisou sobre o mercado de franquias, não é mesmo?

É uma área crescente mesmo em período de crises, pois as franquias se reinventam com o passar dos anos. Assim, encontra-se sempre novas formas de chamar a atenção de consumidores e investidores para esse modelo de negócio.

Esse formato de negócio acaba por ser extremamente democrático, oferecendo espaço para todos aqueles que souberem aproveitar de maneira positiva as suas facilidades.

Desse modo, seja para aqueles que estão em busca de abrir seu primeiro negócio ou para executivos mais experientes, investir em franquias se tornou uma saída ideal.

Imagem de um shopping center.
O mercado de franchising conta com muitas opções de franquias para investir.

Outro ponto é que no franchising a ABF divide o mercado em 11 segmentos, entre eles o de alimentação, serviços automotivos, moda, negócios, serviços educacionais, entre outros.

Dentro de cada um deles há um grande número de nichos de atuação, bem como formatos. Assim, franquias pequenas e grandes, para vendas diretas ou serviços remotos, e vários outros tipos. Portanto, é um universo a ser explorado pelo empreendedor, que precisa buscar neles aquele com o qual mais se identifica.

Números do franchising

O mercado de franquias manteve no terceiro trimestre de 2021 a trajetória de recuperação registrada nos trimestres anteriores, agora de forma mais estável e até superando o desempenho do mesmo período de 2019. É o que mostra os números da Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Segundo o estudo da ABF, o faturamento caiu de R$ 47,2 bilhões para R$ 43,9 bilhões na comparação entre o 3º trimestre de 2019 e o de 2020, mas chegou a R$ 47,3 bilhões em 2021 – um crescimento de 0,4% em relação ao mesmo período pré-crise.

No acumulado de 12 meses, a pesquisa mostra ainda que o setor de franquias apresentou uma variação positiva de 8,4% em sua receita em relação a 2020, avançando de R$ 168,1 bilhões para R$ 182,3 bilhões e já próximo dos R$ 182,6 bilhões registrados em 2019.

Dessa forma, podemos ver que os números do franchising são robustos, com grande faturamento, mesmo em épocas de incertezas na economia.

Padronização do negócio

Assim como citamos anteriormente, a franquia conta com um modelo previamente estabelecido de negócio. Por isso, cada unidade da marca atua da mesma forma.

Este é um dos atrativos, pois a franquia trabalha em um padrão que precisa ser seguido por todos os franqueados. E isso é bom para os empreendedores e para os clientes.

O consumidor da marca encontra sempre os mesmos serviços e produtos seja em qualquer unidade. O franqueado investe na franquia sabendo como ela é no mercado, fazendo uma visita a uma unidade da marca.

Imagem de uma rua cheia de pessoas e várias lojas e telões de propaganda.
Uma franquia é igual no Brasil ou nos Estados Unidos por conta de sua padronização.

Do mesmo modo, as unidades da franquia costumam ter um layout igual ou bem parecido entre elas, e isso é um atrativo a mais para os consumidores que se sentem mais à vontade.

Por fim, cabe ao empreendedor entender que esta padronização é obrigatória, ou seja, ele, como franqueado, tem o dever de seguir as recomendações de estrutura da franqueadora.

Reconhecimento da marca

Esta padronização gera também um reconhecimento da marca, pois os consumidores se acostumam com a franquia.

Então, investir em franquias vale a pena, porque você começa um negócio e já conta com um público consumidor. Portanto, evita todo o processo de fortalecer sua marca, que é o que acontece quando se inicia um negócio do zero.

Ainda, os produtos ou serviços da marca fazem parte do dia a dia de muitas pessoas, e com isso elas tendem a continuar comprando da franquia ao longo do tempo. Depois, a marca possui uma força no mercado com o tempo de atuação bem como sua expansão pelo território.

Sendo assim, agora que você sabe que investir em franquias vale a pena, separamos um texto com uma grande lista com franquias baratas. Confira aqui, porque a hora de investir e lucrar é agora!

Advertisement
Advertisement