Franquear ou não franquear: 5 coisas para saber antes de investir

Por
em
Advertisement

O empreendedor que deseja franquear uma marca precisa se atentar a uma série de cuidados antes de resolver tomar esta decisão.

São muitos fatores a se levar em conta para que a franquia se desenvolva bem e possa ser atrativa e sólida para ter sucesso. Assim, ela precisa passar segurança para que os interessados invistam na ideia.

Aqui, separamos algumas informações que o empreendedor precisa conferir antes de decidir por franquear e iniciar um novo negócio.

Saiba o que considerar na hora de franquear e iniciar seu negócio

O mercado de franchising oferece muitas opções para o empreendedor investir, com modelos de negócios variados e possibilidades de ganhos muito atrativos.

No entanto, o empreendedor deve ter cuidado antes de franquear, pois para uma franquia dar certo não basta a força de uma marca ou de um bom produto. A empresa deve estar sob uma base sólida para que o negócio prospere.

Da mesma forma, o empreendedor deve observar alguns fatores antes de franquear, que darão a ele maior segurança para fazer este investimento em um novo negócio.

Padronização da marca

Uma rede de franquias consiste em unidades que possuem um padrão, oferecendo o mesmo produto ou serviço em todos os seus estabelecimentos.

Dessa forma, basicamente, cada unidade é uma cópia da outra, e esta padronização da marca é a base do modelo de franquias.

Este fator pode ser limitante para o empreendedor que gosta de inovação, que busca sempre por novidades no seu negócio. Por isso, ele precisa analisar se está disposto a seguir fielmente o modelo da franqueadora.

Da mesma forma, esta padronização da marca também é uma vantagem, pois você adquire uma franquia com produtos ou serviços testados e aprovados pelos clientes.

O franqueado já recebe um know how de sucesso, conta com treinamentos oferecidos pela franqueadora para desenvolver bem o novo negócio, de acordo com padrão da marca.

Imagem de desenhos de quadrados com o desenho de uma loja. Imagem ilustrativa de texto sobre franquear.
Cada unidade da franquia deve seguir o padrão da marca.

Remuneração da franqueadora

Advertisement

Ao investir em uma franquia, o empreendedor precisa fazer alguns investimentos iniciais, seja para a montagem da unidade, compra de produtos, entre outros custos.

A taxa de franquia é um valor cobrado na assinatura do contrato e engloba tudo que o franqueado precisará neste primeiro passo para montar o novo negócio.

No entanto, além da taxa de franquia, a Circular de Oferta de Franquias (COF) traz também alguns outros valores que serão pagos mensalmente para a franqueadora.

A taxa de royalties é um percentual cobrado sobre o faturamento bruto da unidade, ou em valor fixo, a título de licenciamento da marca, produtos e serviços.

Da mesma forma, este valor não é obrigatório, tanto que algumas marcas abrem mão para atrair novos franqueados.

Além disso, ao franquear, o empreendedor também paga mensalmente uma taxa de propaganda, que é um valor destinado para o suporte de marketing ofertado pela empresa.

Estes valores são repassados claramente antes da assinatura de contrato, e muitas vezes podem ser negociados entre as partes. Por isso, estes valores também devem ser considerados antes de escolher em qual franquia investir.

Reflexos em toda a rede

Como falamos, a padronização da franquia traz benefícios, mas também pode acarretar em pontos negativos.

Assim, se a marca se envolve em um problema, toda a rede é afetada. E cada unidade é também uma forma de fazer propaganda da rede como um todo. Se um estabelecimento apresenta problemas, isso recai sobre a marca e as outras unidades.

Este é um dos motivos pelo qual a franqueadora costuma fazer uma análise profunda dos interessados em franquear. Isso para ter uma segurança maior de que este empreendedor conseguirá manter o nível da marca.

Da mesma forma, o franqueado também deve estar atento. É preciso ter a certeza de que a franqueadora tem um plano de negócio bem estabelecido e que vai saber lidar com a gestão de crise.

Para ajudar a escolher em qual franquia investir, separamos um ebook abaixo para você dar uma conferida.

ebook em qual franquia investir

Facilidade de sucesso com o negócio

O modelo de franquias facilita o bom desenvolvimento do negócio, seja por apresentar produtos e serviços que o público conhece, seja por oferecer um suporte para cada franqueado.

Segundo dados da Associação Brasileira de Franquias (ABF), a mortalidade de uma franquia é de 5% nos primeiros dois anos.

Em comparação, cerca de 23% das empresas comuns fecham as portas neste mesmo tempo, conforme dados do SEBRAE.

Iniciar um novo negócio com planejamento, com um nome conhecido, faz com que o empreendimento se impulsione.

Assim, mesmo com pouco tempo de atuação, a unidade já possui capacidade de atrair os clientes, o que não é comum nas empresas que começam do zero.

Suportes oferecidos pela franqueadora

Os suportes dados pela franqueadora tornam a gestão do novo empreendimento mais fácil e direcionada, tornando o negócio mais eficiente.

Mesmo para os empreendedores menos experientes, este modelo de negócio permite uma gestão facilitada pelo suporte da marca, com um bom plano de negócios, auxílios na parte administrativa, jurídica e de marketing.

Todos estes suportes facilitam o processo se forem bem realizados. Por isso que, antes de franquear, se recomenda ao interessado conversar com franqueados e ex-franqueados da marca para saber mais como é feito este suporte.

Assim, o empreendedor pode ter mais informações antes de escolher em qual franquia investir.

Confira  no vídeo abaixo um pouco mais sobre como funciona o modelo de franquias e tudo mais que você precisa saber sobre o mercado de franchising.

Temos para você também alguns textos com diversas opções de franquias para investir, nos mais variados segmentos de atuação.

Além disso, temos também um conteúdo com algumas franquias baratas para investir em 2021.

Advertisement
Advertisement