Lucre alto: 7 redes de franquias para cidade de até 40 mil habitantes

Por
em
Imagem de um campo com uma cidade ao fundo.
Advertisement

O empreendedor que não mora em capitais ainda pode investir em boas opções. O mercado conta com diversas alternativas de franquia para cidade de 40 mil habitantes.

São modelos de negócios variados, mas que devem ter um custo mais baixo para maximizar os ganhos em cidades menores. Neste conteúdo, trouxemos dicas de marcas e outras informações importantes para quem deseja empreender.

Para se ter ideia, entre 2015 e 2020, o consumo em cidades pequenas teve um crescimento de 23%, de acordo com a consultoria do IPC Marketing. Sendo um resultado bem superior aos 15% registrados entre as cidades maiores.

Dessa forma, investir em um negócio para municípios menores pode ser uma boa oportunidade para quem sonha em ter uma empresa própria.

Inclusive, existem diversas redes de franquias que possuem tipos de negócios voltados para cidades com até 40 mil habitantes. Porém, o empreendedor deve saber escolher bem em qual delas investir. Continue a leitura!

Como escolher franquias para cidades pequenas?

Escolher uma franquia para cidade de 40 mil habitantes envolve uma série de cuidados para que o empreendedor faça bem esta escolha.

Primeiramente, ele deve avaliar o próprio perfil para ver com qual franquia melhor se identifica. São modelos de negócios variados que exigem características diferentes do empreendedor.

Se você é uma pessoa mais comunicativa, uma boa opção é uma franquia de vendas diretas. Por outro lado, um investidor sem esta característica pode optar por serviços mais técnicos.

Sendo assim, é preciso estudar bastante a reputação da marca, seja junto aos seus franqueados ou consumidores.

Nesse sentido, veja junto aos atuais e antigos parceiros da franqueadora se ela cumpre com o contrato, oferece suportes eficientes e de qualidade.

Na própria Circular de Oferta de Franquia (COF), você encontra algumas destas informações, como os suportes dados e o contato de franqueados e ex-franqueados.

Converse com eles se os produtos e serviços da marca possuem boa entrada nas cidades do interior. Ainda, se a franqueadora se preocupa com os seus clientes e em resolver os problemas deles.

Da mesma maneira, dê preferência para as marcas que façam parte da Associação Brasileira de Franchising (ABF). A entidade pode ser um bom ponto de partida para escolher.

Vemos um homem olhando para uma parede cheia de gráficos e folhas (imagem ilustrativa). Texto: franquia para cidade de 40 mil habitantes.
A escolha da franquia deve ser feita com cuidado.

Um ponto central para investir em uma franquia é ver a sua capacidade financeira para este novo negócio.

Logo, se as contas estão mais apertadas, busque marcas com menor investimento e modelos home office.

Por outro lado, se a meta é mais audaciosa, mire em franquias com pontos comerciais e marcas mais conhecidas pelos consumidores.

Por fim, coloque os custos e o retorno na ponta do lápis para se orientar melhor e planejar com maior solidez este investimento.

O que falta numa cidade pequena?

Outro detalhe que pode trazer ainda mais segurança para quem quer abrir uma franquia em cidades de até 40 mil habitantes, é o estudo de mercado. Por meio dele, é possível entender quais as melhores oportunidades para investir.

As pesquisas de mercado, e o próprio geomarketing, são formas de avaliar se uma marca pode ou não se dar bem em uma região. 

Isso porque, por mais que uma marca seja muito famosa, nem sempre ela pode atender às demandas da população local. Nesse momento, é importante lembrar que existem várias diferenças entre estados e cidades. 

Uma franquia, assim como qualquer outro tipo de negócio, precisa de um público certo para que o negócio seja viável. E claro, isso pode variar muito de acordo com o segmento e até o formato de operação da unidade. 

Desse modo, com esses estudos que as franquias geralmente realizam, é possível entender se aqueles serviços ou produtos realmente serão do interesse do público. E claro, é possível tornar todo o processo ainda mais assertivo. 

Vantagens de abrir franquia em cidade pequena

Os modelos de franquias já caíram nas graças do empreendedor brasileiro por conta da rentabilidade e segurança que trazem.

Nesse sentido, a franquia possui uma segurança maior em relação aos empreendimentos comuns. Por exemplo, uma estrutura já testada e aprovada pelo público.

Dessa forma, uma franquia é mais sólida, e por isso, possui menos possibilidade de fechar as portas em pouco tempo.

De acordo com o Sebrae, a mortalidade de uma empresa comum é de 23% nos primeiros dois anos. Já segundo levantamento da ABF, a mortalidade de uma franquia nesse mesmo período é de 5%.

Além de contar com uma marca consolidada, o franqueado também tem diversos suportes da franqueadora para o desenvolvimento do negócio.

Por exemplo, auxílio para a gestão da unidade, treinamentos para aplicar o know-how e para captar clientes. Ainda, auxílio para o marketing desde a inauguração e para divulgação da marca.

Uma das vantagens de franquias para cidades de até 40 mil habitantes é que uma marca mais famosa pode ser um atrativo para toda a região.

Então, antes de investir, faça um levantamento da concorrência e dos espaços de mercado deixados por ela.

Assim, seu empreendimento, com uma marca certa no lugar certo, pode se tornar um negócio lucrativo e diferenciado na cidade.

Por último, temos um ebook para você com as principais vantagens de abrir uma franquia. Confira!

E-book gratuito "As vantagens de abrir uma franquia: o guia definitivo". Material do texto "franquia para cidade com até 40 mil habitantes".

Antes de passarmos para os cuidados ao abrir uma franquia, acompanhe a seguir algumas dicas de marcas interessantes que existem no mercado.

Opções de franquia para cidade de 40 mil habitantes

Conforme falamos, são muitas opções de franquia para cidade de 40 mil habitantes. Elas vão desde corretoras de seguros até escolas de idiomas.

São modelos de negócios que podem ser implementados nas diferentes regiões por todo o Brasil. Aqui, separamos algumas marcas que se ajustam a cidades menores.

1. Acquazero

Advertisement

A franquia Acquazero é uma rede que leva até os clientes uma série de cuidados para o carro, sendo especializada em serviços automotivos. Trata-se da maior do mundo no ramo.

São serviços de higienização, polimento de pintura e cristalização, enceramento, bem como limpeza da parte interna do veículo, entre outros.

A marca possui uma preocupação com o meio ambiente e vários serviços são feitos a seco, com pouco uso de água.

Por exemplo, a limpeza ecológica, método no qual o carro é limpo por fora usando apenas 300 ml de água. O líquido é misturado a um produto de limpeza biodegradável.

Atualmente, a empresa, além da preocupação ecológica, tem investido em tecnologias para melhor se relacionar com os clientes.

Assim, ela desenvolveu um aplicativo próprio para os clientes conhecerem os serviços e marcarem seus horários.

Do mesmo modo, a franquia tem se expandido por meio dos seus modelos home office, de baixo investimento e flexibilidade de atuação.

Este é um dos fatores que fez com que a Acquazero tivesse um aumento de 152% no número de unidades entre 2019 e 2020. Com isso, ela entrou para o ranking das 50 maiores franquias do Brasil de acordo com a ABF.

A revista Segs ressaltou em uma matéria como a Acquazero é uma marca que contribui para a preservação ambiental, ao economizar milhares litros de água mensalmente.

Além dos três modelos de home office (básico, intermediário e avançado), o empreendedor pode optar por dois modelos de loja física (Standard e Prime), bem como o modelo Desenvolvedor de Área.

Vemos um técnico da Acquazero limpando o volante de um carro (imagem ilustrativa). Texto: franquia para cidade de 40 mil habitantes.
O negócio é ideal para cidades grandes e cidades pequenas.

Enfim, o investimento mínimo em uma franquia da Acquazero é de R$ 23 mil chegando até R$ 260 mil. O faturamento vai de R$ 12 mil até R$ 90 mil.

2. Quisto Corretora de Seguros

O mercado de corretoras de seguros é uma boa opção para investir em franquias para cidades de até 40 mil habitantes. E uma destas marcas é a Quisto Corretora de Seguros.

Nestas cidades menores, o empreendedor pode voltar seus esforços para a venda de seguros de vida ou então de previdência privada.

Da mesma forma, dependendo da franquia, o empreendedor consegue abarcar até mais de uma cidade. Isso se ele não tiver outra unidade da rede próxima.

Ademais, neste modelo de negócio de corretora de seguros, como o da Quisto, é possível o empreendedor trabalhar em home office.

Assim, os custos do desenvolvimento do negócio diminuem, e ainda, há flexibilidade de atuação nos horários que preferir.

A Quisto possui alguns pontos importantes para o empreendedor de cidades menores. A franquia possui um software que oferece por volta de 20 cotações diferentes para um determinado produto da rede.

Como resultado, o franqueado consegue oferecer muitas opções para o cliente, possibilitando que este feche o negócio.

Isso só é possível pela variedade de parceiros que a franqueadora tem entre as maiores empresas de seguros do mundo.

A franquia possui um catálogo com mais de 100 serviços em seu portfólio. Assim, ela dá ao franqueado um leque de produtos para lucrar.

Henrique Mol, presidente da marca, reitera que na franquia Quisto, os investidores podem contar com uma estrutura completa, o que ajuda no desenvolvimento das unidades.

A Quisto Corretora de Seguros possui dois modelos de negócios. Além do home office, há outro formato para lojas físicas.

O investimento inicial é de aproximadamente R$ 21 mil e R$ 61,6 respectivamente. O faturamento de uma unidade pode chegar até R$ 50 mil por mês.

Por fim, separamos um vídeo falando mais sobre corretoras de seguros, entre elas a Quisto.

3. Cream Berry

A franquia Cream Berry é uma rede que surgiu em Varginha, no interior de Minas Gerais, e entrou para o mercado de franquias em 2016, com o nome de Akasa do Açaí.

O modelo de negócio da franquia consiste basicamente na venda do açaí, com diversas opções de acompanhamentos para os clientes escolherem.

Assim, é um modelo simples, enxuto, que não exige muitos funcionários para o atendimento do dia a dia. Com isso, há uma diminuição de custos para o franqueado.

A rede alterou o seu nome em 2021 para Cream Berry e também, neste mesmo ano, passou a fazer parte do grupo Encontre Sua Franquia.

Além disso, a rede já conta com 18 unidades franqueadas espalhadas pela região Sudeste do Brasil.

Como visto, a franquia já nasceu e cresceu em cidades pequenas. Assim, fica fácil perceber que é uma boa opção de franquia para cidade de 40 mil habitantes.

O franqueado conta com diversos auxílios da franqueadora, como na escolha do ponto, no layout da loja, bem como treinamentos para a gestão do negócio.

Do mesmo modo, a franqueadora oferece materiais de marketing para promoções, bem como para fortalecimento da marca.

O franqueado da Cream Berry, Tiago Junji, aponta que todo o suporte da franqueadora é muito bom e a marca ainda acompanha as novidades do mercado, sempre com novos produtos.

Cada loja pode optar pelo atendimento de balcão e mesas no recinto + delivery. Nesse sentido, a Cream Berry conta com dois modelos de negócios, que necessitam de espaços entre 30 e 60 metros quadrados.

Assim, há o tipo Express, com formato self-service e a loja convencional. O investimento inicial para ser um franqueado é a partir de R$ 90 mil e o faturamento mensal pode chegar a R$ 50 mil.

4. Yes! Cosmetics

Entre as grandes opções voltadas para o mercado de cosméticos, precisamos destacar a franquia Yes! Cosmetics. A empresa é considerada uma das referências do mercado pelos seus mais de 20 anos de história. Sem contar a qualidade de seus produtos e preços acessíveis. 

Primeiramente, precisamos destacar os mais de 250 itens à disposição do público, como perfumes, higiene pessoal, hidratantes corporais, maquiagens etc. 

Entre os destaques da franquia, também está seu modo de venda. O franqueado pode fazer suas vendas tanto por meio da sua loja física, quanto pelo e-commerce ou nas redes sociais. 

O investimento inicial na franquia é de R$ 125 mil. Seu faturamento médio mensal gira em torno R$ 60 mil, com prazo de retorno que vai de 18 a 36 meses.

5. Maria Brasileira

A Maria Brasileira foi criada em 2012, oferecendo serviços para as famílias que procuravam profissionais de qualidade para os serviços de limpeza e conservação.

Do mesmo modo, a rede conta atualmente com mais de 350 unidades, presentes em 24 estados mais o Distrito Federal.

Além disso, a franquia possui um modelo de negócio voltado para cidades com menos de 30 mil habitantes. O investimento inicial para a unidade fica em torno de R$ 32,5 mil, com faturamento mensal de aproximadamente R$ 40 mil.

Imagem de uma pessoa limpando a maçaneta de uma porta com bucha. Imagem ilustrativa texto franquia para cidade de 40 mil habitantes.
Uma franquia de limpeza pode conseguir mercado em cidades pequenas oferecendo comodidade.

6. Club Turismo

A franquia Club Turismo oferece diversos serviços e produtos em turismo e hotelaria, e conta com mais de 400  franqueados pelo Brasil.

A marca trabalha também com programas de fidelidade para atrair uma maior clientela, o que pode ser o diferencial para cidades menores.

Da mesma forma que as outras franquias, a Club Turismo também trabalha no modelo home office e loja.

Assim, o investimento inicial para franquia home based é de R$ 5,9 mil e para o modelo loja é a partir de R$ 70 mil.

7. Chiquinho Sorvetes

A franquia Chiquinho Sorvetes é uma rede que possui mais de 500 unidades no país espalhadas por 25 estados, além de unidades no exterior.

A rede investe na variedade de produtos, com um cardápio que oferece mais de 80 opções entre casquinhas, sundae, cascão, petit gateau, milk shakes e diversos complementos.

A franquia conta com quatro modelos de negócios, sendo um deles voltado para cidades com até 50 mil habitantes. Ele possui investimento inicial de R$ 290 mil e faturamento mensal de R$ R$ 40 mil.

Cuidados para abrir uma franquia em cidade pequena

Já falamos neste conteúdo algumas das vantagens de se investir em modelos de franquia. Mas o empreendedor também deve tomar alguns cuidados na hora de escolher a marca.

Primeiramente, ele deve estar atento para os produtos ou serviços oferecidos pela franquia. Eles devem ser adequados para cidades menores, com preços condizentes com a região.

Assim, deve oferecer algo novo para cidades pequenas, ou então que haja poucos concorrentes.

Vale lembrar que pode ser perigoso entrar em um mercado pequeno e que já esteja saturado. Por isso, o empreendedor deve analisar bem o modelo da franquia.

Do mesmo modo, para escolher uma franquia para cidade de 40 mil habitantes, deve-se estar atento ao investimento inicial.

O empreendedor deve optar por uma marca na qual ele possa investir sem comprometer a sua vida financeira.

Este cuidado é importante, pois o negócio demora a dar lucro. Os primeiros meses apenas amortizam o valor gasto para adquirir a unidade.

Além disso, se atentar aos custos da unidade, como taxa de royalties e de propaganda, que são gastos mensais normalmente, será fundamental.

Além disso, escolha com cuidado o ponto de instalação da unidade caso este seja o caso. A localização do estabelecimento pode ser determinante para um bom desenvolvimento do negócio.

Por fim, siga o plano de negócio da franquia, confie nos estudos e dicas que a marca lhe dá para a implantação da unidade.

Assim, você se planeja ao longo do tempo e direciona seus esforços para práticas já consolidadas da franqueadora que são positivas para o negócio.

Imagem de um homem bem vestido sentado em frente um computador.
O empreendedor deve estudar bem o mercado onde irá atuar.

Perfil do franqueado 

Outra forma de tornar o processo de investir em uma franquia ainda mais seguro é entender o perfil de franqueado ideal para um negócio como esse. 

Como explicamos, pessoas que são mais comunicativas podem se dar muito bem em franquias que exigem um contato direto com o público. Por outro lado, pessoas mais introvertidas podem se sair melhor ao atuar com algo mais técnico. 

Além disso, não podemos nos esquecer que, de modo geral, o franqueado precisa ser uma pessoa muito dedicada e focada. Isso porque, o crescimento da unidade depende de seu próprio desempenho. 

Para se ter uma ideia, ao conduzir uma franquia, é possível que você tenha que lidar com questões da parte administrativa, financeira e operacional. Por isso, esteja disposto a se desdobrar e se dedicar ao trabalho. 

Do mesmo modo, não podemos nos esquecer de que as franqueadoras oferecem treinamentos e entregam um plano de negócio já testado. Portanto, você também deve estar disposto a aprender e seguir o padrão de qualidade da marca.

Viu como abrir uma franquia em cidade com até 40 mil habitantes pode ser uma boa oportunidade de empreender? 

Para saber mais sobre o franchising e ter mais segurança na hora de investir, leia agora nosso artigo sobre o que considerar na hora de escolher uma franquia

Mas se quiser, você também pode contar com a nossa consultoria gratuita. Por meio dela, profissionais treinados podem lhe ajudar a encontrar a franquia certa. Assim, acesse henriquemol.com.br.

*Informações publicadas em Setembro/2021. Os preços das franquias podem sofrer atualizações. Informe-se com a franqueadora da marca.

Advertisement
Advertisement