O que é o franchise? Resposta definitiva

Por
em
Empresas de franquias no Brasil: blocos de madeira com simbolos de setores e uma mão puxando um pequeno bloco escrito franchise
Advertisement

Você já deve ter ouvido falar no termo franchise. Essa palavra tem se popularizado bastante no Brasil nos últimos anos, principalmente quando alguém expressa o desejo de abrir um novo negócio.

O crescimento do mercado de franquias no país, bastante impulsionado pelo sonho de várias pessoas em ter um negócio próprio, tem feito o termo circular nas mas diversas esferas da sociedade.

Dessa forma, se você ainda não sabe muita coisa sobre os modelos de franquias ou quer mais informações, não deixe de ir até o final deste conteúdo.

O que é o sistema de franchise?

O sistema de franchise é um modelo de negócio em que o franqueador cede ao franqueado o direito de uso da marca ou patente, associado ao direito de distribuição exclusiva ou semi-exclusiva de produtos e/ou serviços.

Ao pesquisar o termo na internet, você também vai se deparar com a palavra franchising, que é a denominação usadas pelos brasileiros para o modelo de franchise.

Esse modelo funciona da seguinte forma: uma empresa entra no mercado (com a intenção de se tornar uma franquia ou não) e, ao perceber que o negócio está dando certo, resolve se tornar uma franqueadora.

Dessa forma, todo o conhecimento adquirido pela empresa ao longo do tempo, seu modus operandi, a forma de fazer um produto ou executar um serviço, é repassado ao franqueado. Assim, ele pode replicar tudo isso em sua unidade.

Do mesmo modo, a franqueadora oferece não só o seu know-how, como chamamos todo esse conhecido, mas dá ainda uma série de suportes para o novo empreendedor, como veremos mais a baixo. Com isso, forma-se uma parceria e a marca se fortalece ao longo do tempo.

Em contrapartida, o franqueado paga algumas taxas para a franqueadora, como a taxa de franquia, de publicidade e os royalties.

Para você entender ainda mais o que é e como funciona o franchise, separamos um vídeo bem didático, com várias informações. Confira!

Lei de Franquias: regras mais importantes no Brasil

O sistema de franquias no Brasil foi regulamentado primeiramente pela Lei nº 8.955/94. No entanto, em 2019, foi promulgada a Lei nº 13.966/19 que trouxe uma regulamentação mais atualizada, revogando a antiga Lei de Franquias.

A Lei traz, logo em seu parágrafo 2º, a definição legal de franchising, estando em consonância com as ideias mais atuais deste modelo de negócios.

Assim, na definição, consta que uma franquia não se resume a um licenciamento de direito de uso de marca.

A Lei amplia o conceito para que o franqueado possa ter acesso a tudo que envolve o negócio, como tecnologias de implantação e administração, direito de distribuição exclusiva, entre outras ferramentas necessárias para a unidade.

Outra ponto importante é sobre a Circular de Oferta de Franquias (COF). A Lei descreve as diversas informações que devem conter neste documento e quando ele ser entregue ao futuro franqueado. Na Circular, o empresário fica sabendo quais são seus direitos e deveres frente à franqueadora.

Sendo assim, a legislação prevê o prazo mínimo de 10 dias para o empreendedor receber e analisar a COF.

Este detalhamento da COF trazido pela Lei é um grande avanço, pois torna a relação entre franqueadora e franqueado mais clara e oferece mais segurança jurídica.

Desempenho do setor de franchise no Brasil

Uma análise do desempenho do franchise no Brasil precisa considerar os cenários pré e pós surgimento do novo coronavírus.

Pois no ano de 2019, o setor teve um crescimento de 6,9% no faturamento e de 5,1% no número de unidades, segundo dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Por outro lado, com a pandemia, a necessidade de isolamento social e o fechamento do comércio, entre outras medidas, o cenário econômico mudou.

Como resultado, de acordo com dados da ABF, o segmento de franquias do Brasil entre o terceiro trimestre de 2019 e o de 2020 teve um recuo de 7,9% no faturamento e 2,4% no número de unidades.

Tabela com os números do franchising em 2020. Imagem ilustrativa de texto franchise
Dados da ABF de 2020.

Contudo, houve segmentos do franchise que conseguiram se salvar e tiveram aumento de faturamento e de unidades. Por exemplo, o setor de Casa e Construção teve alta de 8,3% no faturamento e 4,5% no número de unidades.

Da mesma forma, o segmento de Comunicação, Informática e Eletrônicos também teve saldo positivo de 4,1% no faturamento. Além dele, o setor de Saúde, Beleza e Bem-estar teve aumento de 3,9%.

Como 2020 foi um ano atípico, o empreendedor não deve se assustar com os números frios, mas analisar o constante crescimento do franchise no Brasil em anos anteriores.

Assim, é possível ter maior confiança para investir neste mercado que traz muitas vantagens, como mostraremos.

Vantagens de abrir um negócio em formato de franquia

Segundo dados do Sebrae, a taxa de mortalidade de uma franquia é de apenas 5% em até dois anos após a abertura – ou seja, cinco a cada 100 franquias fecham até 24 meses depois da abertura.

Por outro lado, o índice é muito inferior ao de fechamento de empresas comuns – 23%, ainda segundo o Sebrae.

Assim, investir em uma franquia é mais seguro para o empreendedor por uma série de fatores, alguns dos quais trazemos aqui para você entender.

Modelo de negócio já estabelecido

Começar um negócio do zero é muito mais complicado e menos seguro do que uma franquia, como mostramos acima.

Isso se dá pelo fato do mercado de franchise apresentar modelos de negócios já estabelecidos. Assim, os produtos e serviços das redes de franquias já foram testados e aprovados pelos clientes.

Da mesma forma, o franqueado recebe todo um conhecimento que ele poderia demorar anos para adquirir fundando um negócio próprio. Além disso, toda essa expertise é capaz de gerar serviços mais eficientes.

Do mesmo modo, o empresário já recebe uma marca com identidade reconhecida pelo público, o que ajuda na captação de novos clientes. Como resultado, o empreendimento tende a se desenvolver com maior rapidez se bem gerido.

Mulher de óculos em uma loja de roupas com um tablet na mão com gráficos (imagem ilustrativa). Texto: franchise.
Com um modelo de negócio estabelecido os resultados aparecem mais rápidos.

Suportes da franqueadora

Advertisement

Além da solidez da marca, o sistema de franchising conta com a vantagem do suporte que é dado pela franqueadora aos franqueados.

Ao investir em uma franquia, o empreendedor conta com alguns auxílios, como na hora de escolha do ponto comercial.

A franqueadora faz uma pesquisa para que o franqueado possa escolher a região que melhor atenda ao negócio, bem como onde se concentra seu público em potencial.

Do mesmo modo, questões burocráticas como a legalização do negócio contam com o apoio do setor jurídico da franqueadora, caso seja necessário.

Todavia, isso não significa que a franquia faz todo o trabalho para o franqueado. Seu trabalho consiste em orientar o investidor nas dúvidas que surgirem, bem como a melhor maneira de regularizar o negócio.

O empreendedor conta, ainda, com um suporte para questões administrativas e até financeira, como orientações para conseguir linhas de crédito.

Isso tudo sem esquecer dos treinamentos ofertados pela franqueadora, essenciais para que o franqueado consiga replicar os produtos ou serviços ofertados pela rede de franquias.

Previsibilidade de gastos

Quando o empreendedor resolve investir em uma franquia, ele já começa o negócio com uma estimativa sobre quais serão os seus gastos em curto e médio prazo.

Sendo um modelo que respeita um padrão, o sistema de franquias consegue prever com boa margem de precisão quais serão os custos e ganhos do franqueado.

Da mesma forma, com a apresentação de um plano de negócios, tudo fica mais claro. Ou seja, quais são os gastos e qual o capital necessário para manter a franquia. Nesse valor, o empreendedor deve incluir as taxas da franquia presentes na COF.

O plano de negócios é importante para qualquer empresa, seja ela um empreendimento do zero ou uma franquia. No caso das franquias, este trabalho é feito pela franqueadora ao ofertar seu modelo de negócio.

Dessa forma, ela possibilita que o empreendedor se programe melhor em relação aos custos evitando, assim, surpresas maiores pelo caminho.

Vemos uma pessoa usando uma calculadora e conferindo números em uma planilha.
O empreendedor consegue ter uma boa ideia de quais serão seus gastos com o negócio.

Reconhecimento da marca pelo consumidor

Quem nunca ouviu falar nas redes de fast-food que possuem modelos de franquias espalhadas por todo o mundo? Temos como exemplo o McDonald’s, mas mesmo as franquias menores podem fazer parte dessa amostragem, estejam elas em uma pequena região, estado ou país.

Ser reconhecida é um grande desafio para qualquer empresa. Seja pela prestação de serviços ou na venda de produtos variados. Chegar no patamar das grandes marcas é uma tarefa de anos de trabalho.

No entanto, com o modelo de franquia, este reconhecimento já foi construído, em maior ou menor escala. E isso agrega muito valor ao franchise, pois facilita os primeiros passos da nova unidade franqueada.

Do mesmo modo, os consumidores se sentem mais seguros em comprar com uma empresa que já tem uma reputação.

Auxílio de marketing à franquia

Mesmo depois do reconhecimento, o trabalho de marketing nunca para. Seja para anunciar novidades, como novos produtos e serviços, seja pela abertura de novas unidades.

Com as franquias, o franqueado tem o suporte de marketing para fazer o trabalho inicial de inauguração da unidade. Do mesmo modo, a franqueadora auxilia em outros trabalhos de divulgação ao longo do tempo.

Além do mais, fica caro para uma empresa custear um departamento de marketing. Mas como os gastos se dividem entre as várias unidades, no modelo de franquia, esse trabalho acaba ficando mais barato.

Atualmente, o marketing é uma etapa importante de todo negócio, seja para se destacar em meio à concorrência ou para mostrar as novidades.

E o trabalho da franqueadora nesse sentido é feito de várias maneiras. Uma delas é com a divulgação da marca como um todo, nas redes sociais e outras mídias.

Da mesma forma, ocorre a produção de materiais para uso dos franqueados e direcionados para seus próprios públicos. Dessa forma, o trabalho se torna mais eficiente.

No ebook abaixo você acessa um material feito especialmente para quem quer saber mais sobre as vantagens de abrir uma franquia.

ebook gratuito franquias vantagens abrir uma franquia guia

Se você já se decidiu por abrir uma franquia, temos um texto com opções baratas para investir em 2021!

*Informações publicadas em Janeiro/2021. Os preços das franquias podem sofrer atualizações. Informe-se com a franqueadora da marca.

Advertisement
Advertisement