Franquias para investir se você não tem experiência como empresário

Neste artigo você vai ver

Advertisement

Está em busca de modelos de franquias para investir, mas está com receio de apostar no universo dos negócios por ser um empreendedor iniciantes? Pois saiba que o franchising possibilita a entrada de muita gente que nunca teve um negócio!

Ao investir em um modelo de franquias

Advertisement
, o empreendedor recebe treinamento completo e encontra suporte da franqueadora para o dia a dia de operação da unidade.

Além disso, o investimento trás mais segurança por contar com legislação e toda uma documentação que regulamenta o processo dos franqueados e da franqueadora.

Advertisement

Dentre os 11 segmentos do franchising brasileiro, existe uma gama de possibilidades para atuação. É possível estar à frente de uma franquia tradicional, aquelas em modelo de loja ou de escritório; ou de franquias mais enxutas, como as de quiosque, móvel ou com operação home office.

As escolhas de mercados para investir e modelos de franquia para atuar devem ser tomadas de acordo com estudos e análises, tanto de mercado, quanto o dos perfis pessoal e profissional do futuro franqueado.

Neste conteúdo, explicamos a você as vantagens de investir no franchising, além de apresentarmos boas opções de franquias para investir! Existem modelos para quem nunca teve um negócio. Acompanhe!

Franquias para investir: o mercado

Antes mesmo de conhecer as opções de franquias para investir, é muito importante entender sobre o mercado em que você pretende atuar.

O franchising brasileiro faz parte do setor econômico e, ao longo dos anos, vem registrando desempenho positivo. Os resultados demonstram que é um tipo de investimento que consegue driblar as dificuldades e instabilidades econômicas.

Isso acontece por conta do constante investimento em desenvolvimento das redes, know-how das marcas e amplas possibilidades de trabalho no mercado.

E não somos nós que estamos dizendo, são os próprios números do franchising. Em levantamento realizado pela Associação Brasileira de Franchising (ABF), no terceiro trimestre de 2019, o setor registrou aumento no faturamento em 6,1%.

Em comparação com o terceiro trimestre de 2018, o total do faturamento registrado foi de R$ 44,47 bilhões. Assim, no ano seguinte, o faturamento no mesmo período saltou para R$ 47,20 bilhões.

Agora, comparando o faturamento anual, em 2019 o franchising brasileiro cresceu 6,9% em comparação com o resultado de 2018.

Dessa forma, ao passo que o faturamento aumenta de um ano para o outro, também são ampliadas as oportunidades de trabalho. O número de unidades franqueadas entre 2018 e 2019 cresceu 5,1%.

A geração de empregos também é constante: Entre os dois períodos, os postos de trabalho dentro do franchising cresceu 4,8%. Ao todo, existem 1,3 milhão de brasileiros que se dedicam ao mercado de franquias.

No vídeo a seguir, contamos todos os detalhes de como funciona uma franquia. Afinal, além de dados do mercado, é essencial conhecer as dinâmicas de trabalho deste tipo de investimento. Assista!

Diferenças entre o franchising e o empreendedorismo convencional

Além dos resultados positivos do mercado de franquias mesmo em meio a instabilidades econômicas, os franchising também se destaca por garantir segurança aos franqueados, principalmente aos empreendedores de primeira viagem.

A segurança é proporcionada por algumas diferenças do empreendimento convencional. A primeira delas, é administrar uma “cópia” de uma marca que já foi testada e aprovada pelo mercado.

Isso significa dizer que, mesmo quem nunca teve um negócio, consegue operar uma franquia porque a marca já enfrentou desafios para se manter no mercado. Todas as dificuldades serviram como impulsionamento para as melhorias, tanto de processos operacionais, quanto dos produtos/serviços oferecidos aos clientes.

Advertisement

Assim, o empreendedor não encontra surpresas relativas à aceitação do modelo de negócio ou do que está sendo vendido aos consumidores. Portanto, todo o conhecimento da marca durante os anos de atuação são repassados aos franqueados.

Os empreendedores recebem treinamentos antes e após a inauguração da franquia, além de encontrarem suporte da marca no dia a dia de trabalho na unidade. Todas essas seguranças são garantidas pela Lei de Franquias, que determina que as redes devem entregar aos franqueados alguns documentos que explicitam todos os direitos e deveres dos empreendedores.

Documentação necessária

Assim, o principal documento que todo candidato a franqueado deve receber é a Circular de Oferta de Franquia (COF).

Esse documento proporciona um maior entendimento sobre a franquia que será investida, com detalhamento de todos os valores: capital inicial, taxas de franquia, royalties, propaganda, faturamento médio, lucratividade, prazo de retorno.

Além desses valores, também devem constar na COF obrigações do franqueado e seus direitos, bem como as obrigações da franqueadora junto ao empreendedor.

Advertisement

Um outro documento essencial é o contrato de franquias, que também detalha todos os processos que envolvem o investimento e, também, o dia a dia de operação da franquia. O contrato só deve ser assinado se o candidato a franqueado estiver de acordo com tudo que está descrito na COF.

Taxa de mortalidade

De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), a cada cem franquias, apenas 5 fecham até o segundo ano de operação. Ou seja, esse resultado representa uma taxa de mortalidade de 5% em até 24 meses.

Se comparado com empresas comuns, aquelas criadas do zero, a taxa de mortalidade é bem baixa. O índice de mortalidade de empreendimentos convencionais é de 23% em até 24 meses.

Quando prolongamos a análise, o diferencial fica ainda mais explícito. A cada 100 empresas que são inauguradas, pelo menos 75 fecham antes de completar uma década de atuação. O franchising, pelo contrário, a cada 100 franquias, apenas 15 fecham as portas em 10 anos.

Assim, a segurança se deve por se investir em um modelo de negócio já testado no mercado e, em complementação, o empreendedor atuar com o suporte de documentação que regulariza o investimento.

Advertisement

Movimento de interiorização

O movimento de interiorização é uma tendência do franchising brasileiro, o que amplia as possibilidades de atuação dos empreendedores de primeira viagem. De acordo com a ABF, das 30 cidades com maior número de franquias, 10 não são capitais brasileiras.

Em mercados bem diferentes dos encontrados em capitais e grandes metrópoles, muitas redes de franquias conseguem desenvolver modelos de negócio mais enxutos.

Esses formatos apresentam valores de investimento mais em conta, se comparado com os modelos mais robustos instalados nas capitais. Além do baixo valor de investimento, o empreendedor não encontra tanta rivalidade no mercado.

A oportunidade é propícia tanto para as cidades de interior do país, quanto para as redes de franquias que são menores e que visam expansão.

Além disso, em cidades de interior, as redes de franquias encontram custos operacionais mais em conta. Se em uma grande metrópole os gastos com aluguel, contas, salários e insumos são bem mais elevados, em cidades do interior esses investimentos cabem no bolso do empreendedor.

Advertisement

Esses mercados também facilitam que o mapeamento do perfil dos clientes seja feito de forma mais simples, o que auxilia a traçar boas estratégias de atuação.

Em resumo, a interiorização amplia as possibilidades de entrada de empreendedores de diferentes perfis. Inclusive, candidatos a franqueados que moram em cidades do interior encontram maior impulso para atuarem junto de uma franqueadora.

Franquias para investir: cuidados

Entretanto, como todo investimento, alguns cuidados precisam ser tomados para que a unidade tenha garantia de sucesso.

O principal é escolher um modelo de franquia com que você se identifique. Ter harmonia com o segmento de atuação, formato de negócio e produtos/serviços vendidos aos consumidores é essencial para tornar a rotina de trabalho mais satisfatória.

Esse é, inclusive, um dos pontos abordados no curso Franquias Sem Ciladas. São aulas que você pode acessar clicando aqui, assistir online e entender em detalhes como investir em uma franquia. Sem prejuízo e sem o risco de escolher uma marca ruim.

Para isso, estude o mercado, conheça a fundo as marcas e os modelos de franquia disponíveis para investimento. Para facilitar esse processo, a internet se torna uma aliada.

Ao mesmo tempo, também é aconselhável participar de eventos e feiras de franquias. Nesses ambientes, você tem a oportunidade de conhecer melhor as redes, conversar com os representantes, tirar dúvidas e entrar em contato com franqueados.

Franquias para investir e ganhar dinheiro mais fácil

Bem, explicado todo o contexto do investimento em franquias, é o momento de listar as boas opções de franquias para investir! Existem possibilidades de atuar em modelo tradicional, franquia home office, em diferentes segmentos. Certamente há um formato de negócio ideal para o seu perfil! Acompanhe!

...Carregando..
Advertisement

Advertisement

Qual franquia combina com seu perfil?

Preencha o formulário e fale com um consultor das nossas marcas.

POSTS RELACIONADOS